Cuidado com o que você deseja, Nick.

No final de meio de temporada de Fear the Walking Dead, o viciado desiludido se separou de sua família na esperança de encontrar sobreviventes que pensassem mais como ele e não vissem os infectados como monstros. E quando a série voltar para a segunda metade da segunda temporada no domingo, 21 de agosto, ele terá o que queria – e muito mais do que aquilo que pediu!

Aqui o showrunner Dave Erickson analisa os perigos do novo vício de Nick, dá uma prévia do “sistema extremo de crença” que funciona em la colonia e dos novos personagens da série.

Antes de chegarmos ao novo destino de Nick, vamos falar um pouco sobre como fomos colocados naquela direção. A fixação dele com os infectados é, basicamente, loucura, certo?

Dave Erickson: Eu não sei se é loucura, tanto quanto um vício – ele encontrou um substituto para a heroína. Acho que existe uma reação psicológica que ele sente quando está andando com os mortos. Então não é tanto como se ele tivesse perdido a cabeça, é mais como se tivesse encontrado uma nova droga.

Isso faz com que Tijuana seja meio que sua nova boca de fumo?

Dave Erickson: Quando ele chega ao fim do episódio 8 [a première do meio de temporada], nós veremos que ele encontra um lugar que eu acho que possibilita isso a ele de uma certa forma. Ele sempre teve uma relação muito próxima com a morte, em grande parte por causa da morte de seu próprio pai. É quase como se, de um ponto de vista emocional, a proximidade dele com a morte é uma forma de tentar se reconectar com o pai, e isso é algo que vamos tocar ao longo da segunda metade [da temporada]. Então, estritamente do ponto de vista do vício, ele gosta de estar próximo disso porque existe uma adrenalina que vem dali. Existe uma lógica nisso. É uma lógica de viciado, mas é uma lógica.

fear-the-walking-dead-2-temporada-dave-erickson-nick-vicio-novos-personagens-001

Como é Tijuana realmente para Nick?

Dave Erickson: O sistema de crença que ele encontra quando chega na colônia é um bocado extremo. Você verá isso no episódio 9.

Certo – primariamente devendo a Alejandro, o homem a quem Luciana apresenta Nick no episódio 8.

Dave Erickson: Ele é um farmacêutico. Ele diz isso no episódio 9. E, como farmacêutico, ele era alguém na comunidade que tinha um certo grau de respeito e era quase como uma figura paterna – porque, em algumas vizinhanças, o farmacêutico é o médico local para todos os fins e propósitos. Então faz sentido que ele se tornasse uma figura central para as pessoas da colônia depois que o apocalipse começasse. Mas nós descobriremos no episódio 9 que tem algo a mais nele que o elevou e deu a ele um status quase mitológico nessa comunidade.

fear-the-walking-dead-2-temporada-dave-erickson-nick-vicio-novos-personagens-002

Como é a relação de Luciana com Nick?

Dave Erickson: Eu não diria que ele potencialmente encontra amor, mas ele encontra em Luciana uma mulher que de certa forma ficou órfã – mas não por escolha. Acho que é uma perda apocalíptica. A diferença é que Nick escolheu se separar de sua família, enquanto Luciana não.

Pela entrevista de Danay Garcia com Michael Ausiello na Comic-Con, parece que Luciana vai ser durona.

Dave Erickson: O que eu adoro nela é que ela é muito pura em sua crença. Ela acredita em Alejandro completamente. E eu acho que sempre que existe grande fé, haverá uma grande queda. É parte da triste trajetória com ela, mas também com Alejandro. E Nick possivelmente deixará a colônia em um estado muito diferente. Parte de sua jornada quando ele chega lá deve alterar e modificar sua percepção em certo grau. Esse é o objetivo.

Fear the Walking Dead retorna para a segunda metade da temporada em 21 de agosto, às 22h, no AMC Brasil.

Fiquem ligados aqui no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.


Fonte: TVLine


Comentários

  • FSociety

    O Nick é muito malucão andar no meio dos walkers kkkkkkkkk

  • Jessé Claudino

    de uma certa forma eles protegeu ele