Não é só o mundo de Rick que está se tornando maior: os horizontes também estão se expandindo em Fear the Walking Dead.

O AMC Brasil recepcionou a imprensa na manhã desta quinta-feira para uma sessão exclusiva do episódio de estreia da segunda temporada de Fear the Walking Dead, S02E01 – “Monster” (Monstro).

Na primeira temporada os personagens centrais ficaram restritos à cidade de Los Angeles, e mais tarde apenas aos quarteirões cercados pela Guarda Nacional. Mas as barreiras não eram apenas físicas: o apocalipse zumbi estava só começando, e não foi fácil para nenhum deles assimilar a ideia de que seus vizinhos, amigos e entes queridos estavam voltando dos mortos e se transformando em monstros.

Durante a primeira temporada vimos cada um deles absorver a ideia do apocalipse em seu próprio ritmo, enquanto lidavam com seus dramas pessoais. Nick (Frank Dillane) sofria com a abstinência da heroína; Alicia (Alycia Debnam-Carey) deixou para trás o namorado à beira da morte; Ofelia (Mercedes Mason) acabara de descobrir a verdade sobre o passado de seus pais e, junto com Daniel (Ruben Blades), sofreu com a morte de Griselda (Patricia Reyes Spíndola); Chris (Lorenzo James Henrie) se rebelava, inconformado por sua mãe, Liza (Elizabeth Rodriguez), ter deixado a casa para auxiliar a equipe médica; e Travis (Cliff Curtis) e Madison (Kim Dickens) tentavam proteger as duas famílias em meio à crise. E no final de temporada, Liza revela que foi mordida, sendo sacrificada por Travis para evitar que se transforme.

A segunda temporada começa exatamente onde paramos: o grupo de sobreviventes ainda está na casa de Strand (Colman Domingo), se preparando para fugir a bordo do Abigail. Chamas sugerem que a Guarda Nacional realmente executou Cobalt, matando todos os civis que eles deixaram para trás. E ainda não sabemos ao certo, mas tudo indica que grande parte da segunda temporada vai acontecer em alto mar.

Durante uma parte considerável do episódio somos levados a crer que o grupo está em segurança, quase esquecendo a ameaça dos zumbis. Assim como na primeira temporada, a narrativa foca mais uma vez em como os personagens estão lidando com o apocalipse, mais do que no apocalipse em si. Alguns deles ainda sofrem com as perdas recentes, e encontram apoio onde menos esperaríamos. E quando decisões difíceis precisam ser tomadas, veremos Travis e Madison mais uma vez discordando (mas tomando lados diferentes do que seria de se esperar).

Parece que todos eles já entenderam o que está acontecendo, mas o problema agora se tornou algo distante, física e metaforicamente. Mas não se enganem: esta ainda é uma série sobre o apocalipse zumbi, e nós seremos lembrados disso antes do final do episódio. Seja em terra firme ou em alto mar, os mortos ainda são uma ameaça bem real. E mais do que isso, meu palpite é de que nosso grupo está prestes a aprender uma lição que quem acompanha The Walking Dead já sabe de cabeça: mesmo no apocalipse zumbi, a ameaça real ainda é a dos vivos.

A segunda temporada de Fear the Walking Dead estreia no AMC Brasil no dia 10 de Abril, às 22h.

Fiquem ligados aqui no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.


Comentários

  • Isaque Markezan

    Interessante, o tópico afirma que os zumbis ainda são uma ameaça em alto mar, mas também afirma que o verdadeiro problema são os vivos… O que será que vai acontecer…? Já que aparentemente o problema deles será causado tanto pelos vivos como pelos zumbis.