Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do nono episódio, S02E09 – “Los Muertos”, da segunda temporada de Fear the Walking Dead e dos quadrinhos de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido ou lido, não continue. Você foi avisado!

Esqueça os zumbis… VAMOS BEBER!!! Essa foi a mensagem de Strand para Madison na edição dessa semana de Fear the Walking Dead, e enquanto levou a algumas confissões íntimas e introspecção, também levou a atividades realmente barulhentas e violentas, que não puderam evitar chamar a atenção dos mortos-vivos.

Entertainment Weekly conversou com Kim Dickens para descobrir a melhor forma de interpretar uma pessoa bêbada, o por quê ela acha que Madison é uma mãe ruim, e o que está por vir.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Nós recebemos uma cena de Madison e Strand ficando bêbados essa semana. Eu imaginaria que agir como bêbado seria muito difícil porque exagerar demais, pode parecer realmente bobo.

KIM DICKENS: É algo de se interpretar. Não é algo para se fazer muito levemente, porque existem diferentes níveis de bêbado e há diferentes níveis de se parecer bêbado, porque na maioria das vezes, se alguém está bêbado, eles tentam agir como se não estivessem, então também tem isso. Também temos tantas camadas diferentes de emoções que estão sendo expostas em momentos diferentes, então foi uma cena complexa de se navegar. Definitivamente não é uma onde você falaria, “Oh, vamos tomar uma dose antes de filmar essa cena”, porque às vezes você ouve as pessoas falando, “Talvez a gente devesse tomar uma dose porque nós deveríamos estar bêbados.” Não, não é isso que você faz. Foi, tipo, uma cena de cinco páginas.

Verdade. Você tem falas que precisa lembrar.

Kim Dickens: Ah, sim. Falas, emoções, e como eu disse, variando entre diferentes níveis de estar bêbado.

fear-the-walking-dead-s02e09-kim-dickens-madison-001

Ela realmente questiona ser uma mãe e diz explicitamente que se tornar uma mãe foi um erro. Soa estranho dizer isso depois de perder o marido e seu filho ser um viciado, e o zumbi apocalipse acontecendo, que isso seria seu ponto baixo, mas meio que parece desse jeito.

Kim Dickens: Eu acho que ela atingiu o fundo. Eu acho que ela se sente responsável. Eu acho que se sente egoísta por ter tido filhos. Ela provavelmente sente como se ela não fosse a melhor candidata. Ela está no seu ponto mais baixo, e o que é interessante é que ela expõe isso para Strand e conta aquele segredo para ele que eu não acho que ela sequer contou a Travis. Ela guarda muito dentro de si.

Você acha que Alicia está certa sobre Madison estar constantemente focada em Nick às custas dela?

Kim Dickens: Sim. Não é bom. Madison não é uma boa mãe.

Ela é uma boa mãe!

Kim Dickens: Ela é boa, mas ela realmente falhou em sua relação com Alicia, e é uma questão de a roda enferrujada que recebe a graxa. Tem esse garoto que precisa ser salvo, enquanto Alicia tem uma boa cabeça, ela sempre foi a boa filha, e por isso, é negligenciada. Mas eu acho que o que acontece aqui, com Nick finalmente saindo dessa forma, vai desafiar Madison com Alicia. Vai desafiar a relação delas. Vai redefinir. Ela vai ser forçada a permitir que Alicia cresça, e você vai começar a ver Alicia talvez apresentando algumas características de sua mãe.

Você concordaria comigo que Madison e Strand são pessoas que sabem como cuidar de si próprios no apocalipse zumbi, certo? Eles são bem experientes nesse mundo, correto?

Kim Dickens: Sim.

fear-the-walking-dead-s02e09-kim-dickens-madison-002

Então, porque diabos eles estão fazendo tanto barulho quanto humanamente possível, com ele batendo no piano e você jogando copos contra a parede? Não muito esperto, Kim.

Kim Dickens: Estúpido! Estúpido! Aqui está, nós ainda estamos recentes no nosso apocalipse zumbi em nosso show, e esses dois personagens estão destruídos por luto a esse ponto, e é tipo assim, “olha, tem um bar!” [Risos] Mas esses personagens, existe um momento de catarse que precisava acontecer, que você realmente não vê muito nesse gênero de show. Eu acho que esses personagens estão apenas sendo humanos naquele momento, e eles estão bem arrasados. Eles estão de luto. Já fomos tocados pela morte e Madison perdeu Travis e Nick a essa altura, e Strand apenas diz, “Vem cá, toma uma bebida comigo.” E nós apenas permitimos esse momento de catarse acontecer. E veja onde isso nos levou.

Então eles decidiram colocar toda essa coisa de situação pós-apocalíptica em pausa para ter um momento.

Kim Dickens: Sim, mas eu não acho que eles realmente pensaram sobre isso. Imagina a ressaca depois. Ugh, uma ressaca apocalíptica!

O que você pode contar sobre o que está por vir para Madison?

Kim Dickens: Nós temos muito o que lutar. Nós meio que tentamos nos estabelecer e criar um santuário, e minha liderança sai um pouco de rumo e se torna comprometida.

Fiquem ligados aqui no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly


Comentários