Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo segundo episódio, S02E12 – “Pillar of Salt”, da segunda temporada de Fear the Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Com uma forte referência a Bíblia Sagrada, o décimo segundo episódio da segunda temporada de Fear the Walking Dead foi ao ar no último domingo, 18. Assim como a mulher de Ló, que ao olhar para trás e ver a destruição de Sodoma e Gomorra se tornou em uma estátua de sal, alguns personagens tiveram que perceber e arcar com as consequências de estarem presos aos fatos passados.

O episódio foi misto, tendo presença de quase todos os personagens principais (o único a não aparecer foi Chris). Vemos a Colônia de Tijuana, onde Nick está vendo aos poucos a desordem causada pelo medo e falta de fé se tornar desproporcional e assumir um grande risco para o futuro do local. A fé não está mais conseguindo manter os residentes da colônia aos pés de Alejandro. Após algumas fugas, Alejandro determina que ninguém mais poderá sair do local.

Nick demonstra seu descontentamento com a decisão do líder, mas Luciana está totalmente disposta a seguir os ordenamentos do seu mestre e lutar com todas as forças para preservar a esperança das pessoas. Nick diversas vezes demonstra estar notando que a Colônia da forma como era quando chegou não terá muito futuro e tenta alertar Luciana, que cega pela fé não parece lhe dar ouvidos.

Sozinha, Ofelia relembra o passado. Lembra-se de seu namorado e da sua indecisão quanto a ir embora com ele ou continuar próxima aos pais. Vemos que Griselda lhe mostra que às vezes é necessário arriscar e alçar voo para que a vida seja mais fácil. Ofelia é uma das personagens que está rebuscando o passado para poder entender quais os próximos passos que deve seguir. Tudo indica que ela está partindo de volta aos Estados Unidos e irá à busca do seu antigo relacionamento.

fear-the-walking-dead-s02e12-pillar-of-salt-review-001

Ofelia parece estar amadurecendo para a vida agora que está, pela primeira vez, sem os pais sobre ela. Por mais que já fosse adulta em idade, quando o mundo ainda não havia sido invadido pelos infectados, Ofelia era imatura devido à superproteção que recebera desde sempre. Pela primeira vez ela está podendo decidir por si, basta descobrirmos se suas escolhas serão boas para ela.

No hotel, a mãe de Jessica está cada vez mais fora de si e ao descobrir que Strand deu cabo ao corpo reanimado da filha, desloca-se até seu quarto e o fere com uma facada. A beira da morte, Strand necessita de medicamentos que não estão no inventário do hotel. Por sorte, Elena revela que conhece um local onde poderão encontrar o que precisam. Madison e ela partem rumo a Tijuana para tentar salvar a vida de Strand.

Alicia permanece junto a ele, e vemos um diálogo muito importante entre os dois. Strand interroga Alicia sobre o fato de ela ter se criado sozinha e lhe aconselha a aproveitar a oportunidade de ter a atenção de Madison só para ela pela primeira vez na vida.

Madison e Elena chegam ao depósito – o mesmo que Nick esteve com Luciana – e começam a negociar os medicamentos em troca de alguns peixes frescos. Enquanto negociam, Madison ouve um dos membros da gangue interrogando um homem. Elena começa a traduzir e Madison percebe que estão referindo-se a Nick na conversa. Desesperada, ela acaba quase botando tudo a perder.

De volta ao hotel, Madison resolve dar sinal de luz (com o letreiro) para Nick, mas é interrompida por Alicia. A jovem demonstra toda a sua frustração pela mãe ter olhos apenas para Nick e tenta demonstrar para Madison que ela deve parar de correr atrás de alguém que não quer estar com ela e aproveitar quem realmente a quer por perto: a própria Alicia. Madison acaba cedendo e desligando o letreiro do hotel. No horizonte vemos Travis observando o sinal de luz de Madison, e parece estar rumando para o local, totalmente sozinho, sem sinal de Chris.

Muitos julgaram Madison por suas ações nesse episódio, mas, devemos sempre lembrar que antes de ser uma líder, Madison é mãe. Mães e pais normalmente, quando precisam proteger os filhos, acabam agindo por total impulso. Óbvio que é terrível notar que Madison até então não havia se dado conta que Alicia também necessitava de atenção e cuidado, mas não podemos lhe desqualificar como líder apenas por ter sido impulsiva ao ver que o filho podia estar em iminente risco.

Alicia está sendo cada vez mais uma grata surpresa junto ao enredo da série. Ela tem crescido de forma grandiosa e tem sido explorada em todas as suas emoções. Cada vez mais a jovem tem chamado atenção por não ser uma típica adolescente chata e birrenta, mas estar sempre disposta a pensar no grupo como um todo e fazer o que for necessário para preservar todos à salvo.

fear-the-walking-dead-s02e12-pillar-of-salt-review-002

Nick está perto de enfrentar uma grande ameaça justamente por conta de um dos seus piores fantasmas do passado: a droga. A gangue de Tijuana parece estar próxima de iniciar uma guerra contra a colônia para conseguir todo o oxi que houver a disposição. Talvez Nick tenha que assumir um papel central nessa guerra e com certeza fará de tudo para preservar a vida de Luciana a salvo. Vale lembrar que Nick tem um caráter de fugir de suas responsabilidades o que poderá leva-lo a fugir da guerra e de Tijuana, deixando a colônia para trás. Então há um duplo caminho que pode se desenvolver sobre a vida do jovem, ou ele se preservará na colônia e assumirá um papel de liderança no local, ou ele fugirá de Tijuana deixando tudo para trás novamente.

O que será que houve entre Travis e Chris que fez com que o pai abandonasse o filho? Será que Travis percebeu que o filho não podia mais ser dominado e que nada que fizesse faria com que ele mudasse seu jeito de ser? Será que foi o próprio Chris que abandonou o pai para seguir com os novos amigos que fez? Travis conseguirá chegar ao hotel e reposicionar-se ao lado de Madison ou algo lhe impedirá?

O que diabos Ofelia têm na cabeça? Ela realmente acredita que é uma tarefa simples retornar aos Estados Unidos e ir à busca de um homem que ela não tem nenhum pouco de certeza se continua vivo? Ela realmente se afastará tanto dos outros personagens afim de algo tão incerto? Se sim, como a trama se dividirá entre México e EUA?

Quais serão as consequências dos atos de Madison? Será que mais alguém além de Travis presenciou o sinal que ela tentou enviar para Nick? Será que o hotel corre risco? Se sim, como eles conseguirão manter o local em seus domínios? Comente abaixo suas opiniões e expectativas quanto ao futuro da série.

Fiquem ligados aqui no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.


Comentários

  • Ci

    Acho que o pessoal do hotel vai enfrentar um grande problema porque quando Madison acendeu as luzes não foi só o Travis quem viu, qualquer pessoa na região vai ter visto e vai procurar refúgio no hotel. Madison vai ter um grande problema porque se essas pessoas pedirem asilo e entre elas estiver o Travis como ela vai fazer para recusar a entrada do resto que ela não conhece e não sabe se pode confiar e permitir a entrada somente do Travis? Vai ser bem interessante ver como ela e o resto do hotel vão lidar com as consequências do ato de desespero dela.