Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo quinto episódio, S02E15 – “North”, da segunda temporada de Fear the Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Após o intenso episódio “Wrath” exibido a partir das 22 horas na AMC, o canal nos presenteou com o último episódio da segunda temporada de Fear the Walking Dead em sequência do décimo quarto. O episódio “Norte” (do Inglês “North”) acabou dando o nó final para alguns enredos e afastando ainda mais outros.

Depois de ter deixado a ira tomar conta do seu corpo, Travis entra em estado de choque e é retirado da sala onde matou os dois jovens assassinos de Chris e feriu Oscar. Pela própria lei imposta por Madison, Travis é levado para cárcere enquanto aguarda sua expulsão do local. Madison tenta achar alguma forma de burlar as normas da comunidade do hotel junto a Strand, mas são impedidos por Alicia, que defende a ideia de irem embora com Travis. Strand se mostra totalmente contrário e diz que irá permanecer no local.

Enquanto Alicia vai acompanhar os socorros que estão sendo prestados a Oscar por seu irmão Andrés, Madison anuncia para Elena que os três irão partir na manhã do dia seguinte do hotel. Alicia presencia a morte de Oscar e após segue para o quarto onde estão sua mãe e Travis. Os dois tem uma conversa sobre o fato de as duas deixarem a segurança do hotel para trás em favor de partir com ele. Travis alerta Madison que agora que ele matou duas pessoas não é o mesmo de antes e Madison então lhe conta que foi a responsável pela morte de Celia.

Andrés, após a morte do irmão perde o controle dos seus atos e parte até o quarto de Madison para vingar-se de Travis. Em meio a uma cena de luta corporal, Travis acaba com uma arma apontada para seu rosto por Andrés. Contudo, Alicia perfura o peito de Andrés com sua faca. Strand salva a vida dos três que conseguem fugir do hotel.

Na colônia, Nick está em um grande dilema entre deixar Luciana para trás ou permanecer no local e morrer pelas mãos de Marcos. Após diversas tentativas de tentar convencer Luciana de abandonar o local, ele vê que é impossível de fazer com que a sua amada mude de ideia. Nick parte do local.

Alejandro está praticamente morrendo, mas Luciana exige que ele se manifeste publicamente para que a fé das pessoas seja mantida intacta. No caminho que está seguindo, Nick ouve um barulho de helicóptero e com seu binóculo consegue ver o local de pouso: o norte, próximo à fronteira. Nick retorna para a Colônia para tentar convencer Alejandro a pedir que a população do local siga com ele para a fronteira.

fear-the-walking-dead-s02e15-north-review-001

No dia seguinte, Marcos e sua gangue chegam a Colônia de Tijuana mas encontram o local vazio. Contudo, Alejandro (que é o personagem com maior durabilidade após uma mordida de infectado que já passou pelo mundo The Walking Dead), que ficou para trás, vai até o ônibus que separa os infectados de defesa da parte interna da colônia e abre brecha para que eles adentrem a colônia e embosquem o grupo de Marcos.

Madison, Travis e Alicia vão em busca de mais informações sobre Nick nos depósitos do mercado de Marcos, mas ao chegarem lá encontram o local abandonado. Conseguem encontrar o endereço da Colônia e partem em direção ao local. Chegando lá, Madison e Travis vão até o interior do local, enquanto Alicia – que havia sido ordenada pela mãe a aguardar no carro – vai até o ônibus onde encontra Alejandro quase morto (nessa parte eu já estava acreditando que ele não morreria mais). O casal de adultos encontra Marcos e todo o grupo já reanimados e infectados e voltam, encontrando Alicia e Alejandro. Alejandro é quem indica para Madison que Nick seguiu para o norte, fronteira.

Nick, Luciana e os demais sobreviventes de Tijuana estão próximos do local onde havia sido visto o helicóptero, mas acabam sendo surpreendidos por homens munidos de armas e que sem motivo aparente começam a disparar contra eles – acertando Luciana no ombro. A cena termina com Luciana e Nick sendo ameaçados pelos homens desconhecidos.

O episódio em geral foi um bom episódio para encerrar várias tramas, como a do grupo do hotel, por exemplo, mas em geral foi um episódio morno. Eu tenho estado incomodado com esse enredo maçante de separar os personagens, e quando a gente começa a crer que eles vão se reencontrar, separam-se de novo. Strand, entre os homens sobreviventes, é meu personagem masculino favorito e eu me senti totalmente desgostoso com o fato de ele ficar para trás. Eu espero com toda a força que sua história na série não pare por aí.

O maior problema de separar personagens é aquele já citado na review do episódio anterior: às vezes os roteiristas parecem ignorar o fato de que são quilômetros de distância entre um personagem e outro, que se trata de um novo mundo onde não há celular, GPS, ou qualquer aparelho tecnológico que facilite o encontro e que as possibilidades reais de duas pessoas se encontrarem nessa situação é ínfima. São totalmente incoerentes esses encontros e desencontros e essas idas e vindas dos personagens.

Não sei se estão separando os personagens para terem mais chances de prolongar histórias curtas e assim gerar mais temporadas. Mas sinceramente, já é a hora de eles pararem com esse complexo de ioiô. Era necessário deixar Strand para trás? Possivelmente teremos um fechamento para a história nos próximos episódios, mas essa segunda temporada foi cheia de enredos simetricamente parecidos a esse.

fear-the-walking-dead-s02e15-north-review-002

Outro ponto que está deixando a história um pouco maçante é essa temática de fé. Nick era um personagem com grande desempenho, mas que ao chegar a Tijuana ficou emboscado em um enredo problemático. Tudo se justificava pela fé e a história parecia estar sempre presa ao mesmo circulo. Isso dá uma grande vantagem para o enredo de Luciana – se ela continuar viva na próxima temporada – já que será legal a ver tendo que deixar a fé de lado e se desfazer de toda uma cultura em prol de sua sobrevivência. Tudo pelo que eu torço agora é: chega de México. Retornem para os Estados Unidos.

A segunda temporada deixou grandes furos para serem respondidos: uma webserie foi produzida centrada em Alex, depois trouxeram a personagem para série e ela apareceu apenas em dois episódios. Era só isso mesmo? A personagem não merece mais? Ela retorna? E o que falar de Daniel? Até hoje não tivemos explicações plausíveis para seu desaparecimento. Há rumores fortes sobre a volta do patriarca Salazar na terceira temporada, mas novamente a problemática ressurge: como ele se unirá ao restante? Ele está a quilômetros de distância de todos.

Strand realmente será desmembrado da série e cairá num limbo ou de alguma forma irá ao encontro de Madison e Travis? Ofélia foi vista por último sendo saudada por um americano na fronteira dos Estados Unidos. Afinal, o que diabos aconteceu com ela? Como Nick e Luciana irão se livrar da grande ameaça e Travis, Madison e Alicia serão também capturados? Por enquanto, teremos que aguardar a terceira temporada para termos concretude nas respostas dessas perguntas, mas nada nos impede de discutirmos nossas teorias e perspectivas.

Abaixo, temos um espaço para você opinar e comentar livremente – dentro da moral da boa vizinhança – sobre a série, os episódios e todas as suas teorias.

Fiquem ligados aqui no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.


Comentários

  • Ci

    Ao que me parece a história do Nick, Madison, Travis, Alicia e Ofelia se conectará na fronteira. Creio que na terceira temporada veremos como ficou o controle de pessoas na fronteira, já vimos como ficou no mar com o Abigail, agora veremos em terra se os militares vão colocar todos como prisioneiros e abusar do poder que têm, se vão deixar só os americanos passarem e o que eles irão fazer com eles. Acho que a partir da historia da fronteira vamos ver os personagens tentando fugir desse novo acampamento militar e voltar para os Estados Unidos novamente. Kirkman disse no Talking Dead que a história de Strand não acaba ali, que ele vai ter bastante espaço na terceira temporada. Com ele creio que fecha a historia do hotel com o hotel provavelmente colapsando depois dos eventos com Travis. Strand tá ferido e se recuperando e não vai ter o apoio do grupo que estava com ele desde sempre e se a Elena e Hector resolverem se voltar contra ele por associação vejo ele fugindo do hotel e talvez indo em direção a America porque não há mais nada para ele no Mexico. Creio que o hotel vai cair rapidamente pois Elena não é uma líder muito forte, todos meio que perderam o controle e Strand mesmo sendo muito persuasivo está em minoria.

    • Carlos Alfredo Knewitz

      O hotel precisa ter seu encerramento, até porque: receberam aqueles membros (chamados pelo sinal de Maddy) que estão na garagem. Alguma história os envolverá. Acredito numa revolução e espero que Strand não morra nela.

  • Spoiler! Strand fica no Hotel. Ele gosta tanto da comida de lá que come todo o estoque e se vê obrigado a fugir de lá por causa disso. Depois adota o nome de Tyreese
    https://uploads.disquscdn.com/images/cd82098586781cf66ab3eef8b1a65bb813c3c66bb1c998811965c75797b28ded.jpg

    • Carlos Alfredo Knewitz

      Olha, eu achava o Tyreese de TWD (série) um bundão. Me identifico mais com a personalidade do Strand

  • Stephany

    Gente, mas Salazar está realmente vivo???

  • Pedro Kyle

    O fear TWD vai ter que se esforçar muito na 3º temp.

  • Comentando as notícias

    Que cara ruim de mira, tinha que ter acertado na cabeça da Luciana. Estou torcendo pela morte dela tal como torci pela de Andrea em TWD, pelo mesmo motivo: biscates.

    • Ricardo Lima

      kkkkkkkk

    • Alysson F. Rios

      kkk Nada ver cara a Luciana é uma personagem bem legal seu relacionamento com Nick foi interessante, se ela Morrer o nick vai acabar se suicidando kkk , Eu Gostei dela como personagem e tbem ela é muita gata

      • Comentando as notícias

        Gata ela é, mas estou torcendo pela morte dela mesmo assim.

  • Alexandre Soares

    Tenho acompanhado desde a promissora primeira temporada, mas acho que perderam o rumo .. tinha tudo para desenvolver o “pré-apocalipse” e transformaram a serie no Walking Tihuana. Ainda vou dar uma chance na próxima temporada, mas quando penso que vai engrenar … volta tudo ao que era antes …

  • Matheus Mendes

    Na aparição de Strand na primeira temporada, muitos disseram “esse é o cara” (Eu fui um rs’), mas, quem leu sabe que os roteiristas deixaram claro que Strand não ia ser um personagem fixo. Ou seja, provavelmente sua trama pode sim ser encerrada no hotel.

  • Ynglid Miranda

    Não entendo por que essa critica agora sobre a separação dos personagens, que os produtores esquecem que não há comunicação, na série principal o grupo se separa depois se reencontra num passe de mágica e ngm reclama. Sò tão reclamandoo por que é o spin off

  • Pedro Leme

    Só consegui terminar de ver ontem…. realmente essa separação é meio chata e os rencontros bem improváveis mas como ja foi dito não é novidade. Torço para que Strand volte em grande estilo! Salazar acho que não volta… Vamos ver se teremos uma reviravolta na 3a pq tem sido osso o meio da segunda pro final. Só não vejo muito futuro nessa vida separada, o unico jeito de sobreviver é num grupo maior e mais bem armado. A idéia de sobreviver no oceano me agradou muito mas parece que foi abandonada…