Olá, Infectados!

Está no ar mais um WALKING CAST – edição Fear the Walking Dead!

Nessa edição, Tullio Dias, Ivy Leça, Rafael Façanha e Wagner Jung comentaram sobre o sétimo episódio da segunda temporada de Fear the Walking Dead, S02E07 – “Shiva” (mid-season finale). Dessa vez, falamos sobre a evolução do surto mental de Daniel e sua possível morte, a ignorância de Travis com relação ao filho, a frieza de Madison em sacrificar Celia para um bem maior, o arco do Nick e o quanto ele acaba sendo influenciado pelos outros, a separação das famílias e muito mais.

Bem, é isso. Ouçam, comentem e espalhem esse vírus ao mundo!

Gostou? Faltou algo? Quer acrescentar ou perguntar alguma coisa? Concorda? Foi contra? Dê sua opinião nos comentários!!

OUVIR WALKING CAST:

DOWNLOAD DO WALKING CAST:

downloadwalkingcast(Clique com o botão direito do mouse e depois selecione a opção “Salvar link como”)

INSCREVA-SE NOS NOSSOS FEEDS:

Feed do Walking Cast (NOVO)

Feed do Walking Cast no iTunes (EM BREVE)

ONDE ENCONTRAR A EQUIPE DO WALKING CAST:

Tullio DiasTwitter | Facebook | Instagram | Cinema de Buteco

Rafael FaçanhaTwitter | Facebook | Instagram | Walking Dead Brasil

Ivy LeçaTwitter | Facebook | Instagram | Snapchat: ivyleca

Wagner Jung (Edição do Walking Cast) – Twitter | Facebook | Instagram | Snapchat: wagnerjung

LINKS RECOMENDADOS:

REVIEW FEAR THE WALKING DEAD S02E07 – Shiva: Um mundo de mortos e loucos

Fear the Walking Dead S02E07: Shiva – Galeria de Imagens

Data de retorno da 2ª temporada de Fear the Walking Dead

Frank Dillane é preso tentando invadir estúdio da CBS em Los Angeles

E-MAILS:

Mande suas críticas, elogios, sugestões e walkers para [email protected]

REDES SOCIAIS:

Grupo do Walking Cast no facebook.

Fiquem ligados aqui no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.

WALKING CAST ANTERIOR:

walking-cast-fear-11-episodio-s02e06-sicut-cervus-podcast


Comentários

  • Carlos Vinícius

    episodio confuso.

  • Henrique

    Ai que capitulo TRISTE!

    Estou um pouco chateado com o andamento de Fear, e começou tão bem no meu ponto de vista. Estamos vendo coisas repetidas, coisas que já vimos em Walking Dead, isso não nos surpreende mais. Essa coisa de zumbis no porão é zumbis no celeiro (eu sei que ela não acreditava ou esperava uma cura), eles se separando, e pra piorar o tal de “morreu ou não morreu?” voltou pra nos assombrar. Não sei me chateou bastante essas tramas repetidas, não precisava.

    Nick de cara sagaz e maroto caiu em uma filosofia tão boba de que eles não estão mortos e de que isso sim é o começo? Logo ele que foi o primeiro a ver um zumbi, ele que foi quem disse para a mãe dele sobre a vizinha “ela não está doente, está morta”. Foi desnecessário.
    Chris surtando se sentindo renegado pela família, foi um bom desenvolvimento para o personagem, apesar de uma atitude estúpida em meio ao apocalipse, é compreensível e eu gostei.
    Madison trancou a mulher junto com os zumbis por ter visto ela como uma futura ameaça para sua família, em vista do que já aconteceu com a Alicia no caso de amor com o Jack, ela preferiu não arriscar quando viu o Nick caindo no conto de fadas da senhora insana.

    Vamos ao que interessa! Agora é sobre o final, o que foi aquilo? Uma sequencia de cortes sem sentido e confusa (e não foi uma confusão boa). Tive a sensação que eles gravaram muitas cenas totalizando 90 minutos, mas chegou na hora final algum chefinho da AMC mandou cortar pra 40 minutos, foi bem doida essa edição. O Nick indo buscar o Luis zumbificado, sinto que a cena foi filmada só que não rolou no ar. Agora Daniel entrando naquele lugar surtado vendo a esposa falecida, mete fogo no local, cadê a mulher que a Madison colocou lá? Ai CORTA pra mansão em chamas, Strand ali com um carro, todo mundo correndo pra fora, e eu me sentia o gif do John Travolta. Juro, até voltei a cena pra ver de novo achando que tinha perdido alguma coisa pelo meio do caminho, mas não, tava bem zoado mesmo. Não quero me gabar, mas sou um cara quase que formado em produção audiovisual, e eu ia tirar uma nota bem baixinha se aparecesse com um trabalho editado dessa forma para exibir.

    Enfim, espero que Fear volte aos trilhos e tome seu próprio rumo, não repetindo formulas que deram certo em Walking Dead.