Siga-nos nas redes sociais

Site

Bem-vindos ao FEAR The Walking Dead Brasil!

Publicado há

em

Bem-vindos ao primeiro site de informações sobre a série Fear The Walking Dead no Brasil. Sua principal fonte sobre a derivada de The Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Site

AMC apresenta The Terror: Infamy no ATX Television Festival

Confira as primeiras informações de The Terror: Infamy: Fotos, teaser, data de lançamento e a cobertura da passagem da série pelo ATX 2019.

Publicado há

em

Realizado anualmente em Austin (Texas), o ATX Television Festival é reconhecido por reunir lançamentos, séries atuais e até mesmo produções canceladas que deixaram saudades nos fãs. Através de screenings e painéis com atores, produtores e especialistas da indústria, o festival concentra as programações favoritas dos viciados em televisão em quatro dias de muita diversão!

No primeiro dia da edição 2019 do ATX, a AMC apresentou uma programação muito especial: o lançamento da segunda temporada de The Terror.

A primeira temporada da série, que foi exibida no Brasil em 2018, fez grande sucesso com os fãs do gênero. Com um roteiro totalmente novo, a segunda temporada – batizada de Infamy – promete conquistar ainda mais o público.

The Terror: Infamy se passa durante a segunda guerra mundial e tem um foco histórico nos campos de concentração dos Estados Unidos, que detiveram cerca de 110.000 pessoas de etnia nipo-americana após os ataques de Pearl Harbor. Na temporada, acompanharemos a história de uma família de pescadores que tem de enfrentar a realidade do campo de concentração enquanto luta contra uma entidade malévola que está causando várias mortes.

FOTOS DO PAINEL DE THE TERROR:

O primeiro episódio completo da temporada de dez capítulos impressionou (e aterrorizou!) o público do ATX! Vale dar uma atenção especial à primeira cena: geralmente, não estamos tão concentrados quando começamos a assistir um episódio, mas ela é uma das melhores do episódio de abertura e dá o tom para tudo o que será visto em seguida.

É fato que o roteiro do episódio 1 foi mais focado em ambientar a história do que em apresentar momentos de terror. Entretanto, a série conseguiu balancear a medida certa de terror e mistério para deixar os fãs intrigados e garantir aplausos entusiasmados ao final da exibição!

Após a estreia, acompanhamos um Q&A com o showrunner Alexander Woo, o ator George Takei, o diretor de fotografia John Conroy e J.R. Hawbaker, que faz parte do time de figurino.

Woo explicou que o aspecto histórico da série é muito importante para a produção e que ele queria representá-lo fielmente. Para isso, ele contou com a ajuda de George Takei, que foi também consultor de The Terror. Takei entende bem do assunto: ele foi preso nos campos de concentração americanos durante a infância.

O depoimento de Takei foi, inclusive, a parte mais impactante do Q&A. O ator contou que foi levado para o campo de concentração com sua família quando tinha apenas cinco anos, “simplesmente porque seus rostos se pareciam com aqueles das pessoas que bombardearam Pearl Harbor”. Takei ficou detido no campo dos cinco aos oito anos de idade e, felizmente, não foi separado de sua família durante o período.

Hoje, o ator é reconhecido como um ativista de direitos humanos e acredita que muito disso se deve à experiência que viveu na infância. A vivência de Takei certamente contribuiu para o roteiro de The Terror: Infamy, que representa este momento da história americana com sensibilidade sem perder o foco no aspecto do terror.

Os fãs de The Walking Dead e Fear the Walking Dead certamente vão curtir este sucesso da AMC. A segunda temporada de The Terror estreia na AMC Brasil em 12 de agosto, simultaneamente aos Estados Unidos. Enquanto este momento não chega, quem gosta de terror de qualidade pode maratonar a primeira temporada e se preparar para este grande lançamento!

FOTOS DA 2ª TEMPORADA DE THE TERROR:

Continue lendo

Site

NOS4A2 | Nova série de terror sobrenatural da AMC promete conquistar o público

Confira as primeiras informações de NOS4A2: Sinopse, trailer, data de lançamento e a cobertura da passagem da série pela WonderCon 2019.

Publicado há

em

Os fãs de The Walking Dead e Fear the Walking Dead já sabem que a AMC não brinca em serviço. No último sábado (30/03), o canal provou mais uma vez que sabe fazer televisão com o painel de NOS4A2 na WonderCon.

A nova série NOS4A2 (leia-se NOSfourAtwo – Nosferatu) é baseada em um dos livros de Joe Hill e terá dez episódios de uma hora. Quem não conhece as obras do autor precisa fazer uma visita imediata à livraria: Hill é filho de Stephen King e um dos grandes escritores de terror/sobrenatural da atualidade.

Na série e livro, acompanhamos a história de Vic McQueen, uma garota comum que sonha em fazer faculdade de artes e que possui certo talento para localizar objetos perdidos.

Vic acaba descobrindo que consegue abrir portais para encontrar estes objetos. Seu poder acaba levando-a ao encontro de Charlie Manx, um imortal que se alimenta das almas de crianças e as prende em Christmasland, onde a infelicidade é proibida. Agora, Vic tem de tentar impedir Manx ao mesmo tempo em que precisa sobreviver a ele.

NOS4A2 é protagonizada pelo ator e produtor indicado ao Emmy, Zachary Quinto (“Star Trek” e “American Horror Story”), e pela atriz Ashleigh Cummings (The Goldfinch, Predadores do Amor). A série é produzida por Joe Hill, Jami O’Brien (“Fear the Walking Dead” e “Hell On Wheels”), que criou o programa para a televisão e atuará como showrunner, e Lauren Corrao, Presidente Adjunta da Tornante Television. No elenco também estão Olafur Darri Olafsson (“Lady Dynamite”) como Bing Partridge, Virginia Kull (“The Looming Tower”) no papel de Linda McQueen, Ebon Moss-Bachrach (“The Punisher”) como Chris McQueen, e Jahkara Smith (também conhecida como Sailor J) interpreta Maggie Leigh.

A convite da AMC, tivemos o prazer de assistir o painel de NOS4A2 na WonderCon e participar da coletiva de imprensa com o elenco. Hoje, compartilho com vocês alguns dos motivos pelos quais NOS4A2 é imperdível!

DESTAQUES DO PAINEL

Os fãs presentes na WonderCon vibraram com a exibição do piloto de NOS4A2!

No episódio, acompanhamos o sequestro de Daniel Moore (responsabilidade, claro, de Charlie Manx) e também o dia a dia da adolescente Vic. Enquanto o livro mostra o primeiro contato de Vic com Manx ainda na infância, a série optou por iniciar com a realidade de Vic na juventude. Aos 18 anos, Vic vive em meio a uma mãe que não acredita em seu potencial, um pai que bebe em excesso e uma situação financeira que não contribui para seu sonho de cursar artes.

Sem dar spoilers, vou apenas dizer que o piloto faz com que os expectadores se apaixonem por Vic, fiquem divididos sobre o dilema de seu pai e curiosíssimos para saber mais sobre o imortal Manx. Ou seja: todos deixaram o painel de NOS4A2 ansiosos para conferirem a continuidade da história!

Ao final da exibição, o autor Joe Hill, a produtora executiva Jami O’Brien e o elenco responderam perguntas dos fãs e anunciaram a data de estreia de NOS4A2 nos EUA: 02 de junho, logo após a exibição do retorno de Fear the Walking Dead.

DESTAQUES DA COLETIVA DE IMPRENSA

Joe Hill, Jami O’Brien e os atores Zachary Quinto (Charlie Manx), Ashleigh Cummings (Vic McQueen), Ólafur Darri Ólafsson (Bing Partridge), Ebon Moss-Bachrach (Chris McQueen) e Jahkara Smith (Maggie Leigh) foram extremamente gentis e passaram mais de quarenta minutos respondendo perguntas da imprensa.

Joe Hill, que cria mundos extraordinários e repletos de detalhes em seus livros, afirmou que não é muito protetor de suas histórias e que está gostando de ver o mundo de NOS4A2 pelos olhos de Jami O’Brien. A produtora, por sua vez, ressaltou que ama as obras do autor e que está tentando fazer jus ao livro.

Zachary Quinto falou sobre a complexidade de Charlie Manx e afirmou que acredita que não existem pessoas boas ou más: somos apenas uma mistura de emoções e responsabilidades. Quinto mencionou que Manx acredita estar ajudando as crianças ao tirá-las de lares em que não recebem atenção e leva-las para Christmasland.

Ashleigh Cummings falou sobre a importância de protagonistas femininas como exemplo e afirmou que admira Vic porque sua força não vem de superpoderes. Ela é uma heroína que sente medo, mas que tem coragem, criatividade e age com o coração.

Ólafur Darri Ólafsson disse que espera que os fãs não vejam seu personagem como um monstro e que saibam que, como qualquer pessoa, ele tem seus motivos para fazer o que faz.

Da coletiva de imprensa, o maior destaque foi ver o carinho e consideração que os atores têm uns pelos outros. Cummings e Smith parecem melhores amigas e todos passaram o tempo da coletiva brincando e dando risadas. Se a energia do time de NOS4A2 for transmitida para a tela como esperamos, a série promete vida longa e muito sucesso!

TRAILER DE NOS4A2

PAINEL COMPLETO

NOS4A2 vai estrear em 2 de Junho nos EUA. O canal AMC, que está disponível na NET e na Sky, assim como em operadoras regionais, ainda não divulgou quando a série vai ser lançada no Brasil.

Continue lendo

Site

FTWD x TWD – Conheça alguns números das séries

Um spin-off de sucesso, por melhor que seja, nunca tem os mesmos números que aquele que o originou.

Publicado há

em

Um spin-off de sucesso, por melhor que seja, nunca tem os mesmos números que aquele que o originou. Historicamente, muito poucos conseguiram chegar aos mesmos índices de audiência ou lucro, o normal é que ele tenha um público diferenciado, mais especializado e conhecedor do universo das séries.

Fear the Walking Dead começou com todo o jeito de ser mais um seriado caça-níquel, os produtores só querendo se aproveitar do absurdo sucesso do programa original. A primeira temporada só veio a confirmar este fato. Mas, em uma grata surpresa, a partir da segunda temporada, ela melhorou e – segundo alguns espectadores – até superou a original.

Com roteiros e ritmos diferenciados, FTWD apresentou bons personagens – consistentes e verossímeis – enquanto o seriado que lhe deu origem só descia ladeira a baixo, para a tristeza de seus fãs. Chegou a acontecer o tão esperado crossover, mas ela conseguiu caminhar com suas próprias pernas tranquilamente.

Em 2018, FTWD teve um aumento substancial de audiência, aproximadamente 32% a mais do que no ano anterior, chegando a estar na quarta colocação entre os programas mais assistidos da TV americana. Ela só perdeu para a serie original e para duas partidas da NBA. Mas no final da temporada, os números já não foram tão generosos.

A crítica tem sido positiva, na maioria das vezes, e atestou a melhora do programa com alguns textos elogiosos – ao contrário do que acontece com TWD – com nota 7 no IMDB (já chegou a 7,2) e 77% no Rotten Tomatoes (onde chegou a alcançar 90%). Isso é muito louvável, em se tratando de um spin-off.

A 5ª temporada vai voltar para o Texas, fotos com a presença de Dwight (Austin Amelio) já foram divulgadas e uma nova integrante. Interpretada pela atriz Karen David (de Legacies),o nome da nova personagem será Grace, mas informações mais detalhadas sobre ela ainda não foram divulgadas oficialmente pela produção.

Custos de The Walking Dead

Quando foi criada pelo grande produtor Frank Darabont, TWD custava aproximadamente 3,4 milhões por episódio, uma quantia exorbitante para o canal AMC. Na segunda temporada, este custo caiu para 2,75 milhões, aproximadamente, e as temporadas seguintes ficaram sempre em torno destes números.

Se você pensar no custo total por temporada, os números são equivalentes a um filme médio de Hollywood, algo impensável para a TV há até poucos anos. Os números de FTWD não foram divulgados, mas boatos dizem que varia entre 1/3 a ½ do valor de TWD. O que não é nada desprezível. Para melhor comparar é preciso olhar outras séries.

Cada episódio da épica Game of Thrones custa até 10 milhões de dólares, ou seja, uma temporada regular do grande sucesso da HBO equivale a 30x vezes mais que um prêmio da Quina daqui do Brasil, um valor impressionante para um programa de TV.

Embora a audiência das duas séries de zumbi mais importantes da TV não sejam mais as maiores dos Estados Unidos, nas últimas temporadas, este custo ainda é suportável e ambas as séries dão lucro aos seus produtores, cada uma com seus números proporcionais ao investimento recebido.

O fôlego da série original, no entanto, já não é mais o mesmo. Com a perda de diversos personagens fundamentais da história, resta ver se ela ainda continuará por muito tempo. Alguns fãs, saudosistas, até preferem o seu término. Seria um final digno para eles, mas, é claro, nem todos concordam com isso, apesar das inúmeras críticas sofridas nas últimas temporadas.

Continue lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

EM ALTA