Siga-nos nas redes sociais

Destaque

REVIEW FEAR THE WALKING DEAD S03E05 – Burning in Water, Drowning in Flame: Não me deixe sozinho

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do quinto episódio, S03E05 – “Burning in Water, Drowning in Flame”, da terceira temporada de Fear the Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

O episódio começa no meio da noite, com o Rancho todo tentando apagar um incêndio começado por Russell, um dos quatro co-fundadores do Rancho, que descobre que sua esposa, Martha, morreu enquanto dormia e se transformou. Em um gesto de amor, abraça-a para uma última dança, e dispara uma arma e com um único tiro acerta em ambos os seus cérebros, e em sua queda, faz com que uma lamparina a querosene se quebra começando assim o incêndio. E é a partir daí que várias tramas se formam nesse episódio repleto de buscas individuais e coletivas.

Madison parte em uma missão de resgate e reconhecimento com outros membros do Rancho. Logo no inicio da missão, os milicianos, liderados por Troy, se deparam com um ônibus prisional virado rodeado por vários infectados. O grupo quer seguir em frente, mas Troy quer eliminar os infectados que estão reunidos em volta do ônibus. Madison ativa seu modo turbo e parte para a matança, para mostrar sua capacidade de sobreviver ao apocalipse e acaba mostrando também uma força física bem maior do que aparenta ter, deixando todos impressionados.

Ao chegar ao local de patrulha, o grupo se deparam com tudo praticamente deserto, a não ser por Phill que esta com seu cérebro exposto sendo devorado por um corvo (achei que depois da cena em que rasparam a perna do Daniel, não ficaria mais angustiada nessa série, mas confesso me arrepiei ao ver essa cena). Madison acaba com seu sofrimento e ceifa sua vida com uma facada, percebendo neste momento que Phill foi colocado lá como isca e que estão cercados por nativos americanos que reivindicam as terras do Rancho como suas, exigindo que todos que estão no Rancho vão embora.

Walker, líder dos nativos, exige que todos do grupo de resgate deixem as armas, carros, suprimentos e botas no local e que retornem com uma mensagem para que devolvam a terra do rancho a eles.

No caminho de volta a noite, cansados e sem moral, a equipe de Troy não aguenta mais caminhar e Madison pede que parem para descansar e que continuem a jornada de volta ao rancho pela manhã. Madison fala pra Troy que mesmo estando no comando ele não passa de um menino carente e que só sabe governar a base do medo e não da liderança, e contrariado acaba parando para descansar.

No meio da noite Troy ameaça a vida de Madison, e quase a mata enquanto o resto está dormindo; pois ela minou seu comando na frente de seus próprios homens, e vou além ao dizer que Madison cutucou a onça com vara curta ao mencionar o descaso com que Troy era tratado por sua mãe. Quando Troy decide poupar a vida de Madison, ela se volta para ver um dos homens de Troy testemunhando a ameaça. Madison testa os limites frágeis de Troy com jogos mentais, levando-o a reações extremas que demonstram sua fraqueza em relação à figura materna. Ao mesmo tempo em que Troy a despreza ele também a respeita por ver que ela é uma mãe que defenderá seus filhos até o fim.

Já no rancho, Nick leva o café da manhã ao dormitório da família Clark para Luciana, que mesmo livre das algemas físicas que a prenderam na enfermaria ainda se sente acorrentada no Rancho. Eles comentam sobre o incêndio da noite anterior e acabam discutindo sobre suas permanências ou não lá. Luciana tem agido durante todo esse tempo, como se ela não fosse parte da família de Nick e fica forçando que ele escolha entre sua mãe e sua irmã. Sempre deixando claro que ali não é o seu lugar.

Nick, ao visitar a casa onde ocorreu o incêndio, decide limpá-la e numa conversa com Otto, revela que aprendeu a restaurar casas junto com seu pai, que era empreiteiro e eles tem uma longa conversa sobre valores passados de pai pra filho, e acabam trabalhando juntos na reconstrução da casa. Embora não seja dito em palavras, Nick aparentemente gosta do local e percebe que prefere ao invés de sair e tentar a sorte em meio aos infectados, permanecer no Rancho onde encontrou um local de paz e harmonia.

O patriarca dos Otto diz que já morou naquela casa e que Jake nasceu em um dos seus quartos, mas ele o entregou a Martha e Russel Brown quando sua segunda esposa chegou. Durante a limpeza, Jeremiah encontra uma pistola que ele doou aos Brown e chama a pistola de uma arma bonita, e pergunta a nick o que ele vai fazer já que sua “mãe quer ficar” no rancho, mas sua senhora quer ir embora.

Jeremiah se mostra bem parcial quanto ao lugar que cada pessoa ocupa no mundo, e que todos devem estar ao redor dos seus, ao invés de se misturarem, insinuando que mesmo estando todos do mesmo lado contra os infectados, Luciana deveria abandonar o local, para ir de encontro aos de sua nacionalidade, bem ao estilo dos americanos sulistas e pioneiros.

Nick leva Luciana a casa que esta reformando, e fala que eles poderiam tentar recomeçar a vida lá. Ele que de antecedência havia preparado um piquenique romântico a luz do luar, para os dois. No entanto, ela ainda se sente deslocada no Rancho, e sente obrigada a fugir no meio da noite. Ao acordar Nick lê um bilhete deixado por Luciana e percebe que ela se foi.

Então ao se ver só na residência Nick recebe a visita de Jeremiah que lhe entrega a arma restaurada. A mesma que Jeremiah ofereceu ao casal Martha e Russel quando eles foram morar lá.

Alicia, que agora quer encontrar o seu lugar, visita Jake em seu quarto, e ao saber que Jake estava de luto por conta da morte dos Brown se desculpa com ele por ter sido rude durante o café da manhã, e acaba se abrindo para ele, meio que confidenciando seus problemas e como sua vida se tornou confusa demonstrando sua confusão sobre qual o seu lugar nesse mundo. Já que é atormentada pelo pensamento de que ela e sua família nunca mais serão as mesmas pessoas que foram antes do caos se instalar no mundo, embora o caos já estivesse presente no cotidiano dos Clark. Então Alicia beija Jake e os dois acabam fazendo sexo.

Após o ato, enquanto ela está se vestindo, Jake oferece a Alicia o livro “Burning in Water, Drowning in Flame” (uma coleção de poemas escritos por Charles Bukowski). Com algumas anotações feitas nas páginas. Mas ela o rejeita, dizendo que uma vez gostou da arte, mas agora ela não vê o ponto.

Jake leva Alicia a um lago, onde tenta convencê-la de que a arte ainda se faz necessária para a evolução da humanidade e que mesmo nesse novo mundo de caos, a vida não pode ser apenas armas e a busca desesperada por mais suprimentos, demonstrando mais um traço de sua personalidade: sua fragilidade e sensibilidade. Ao contrário de seu pai e irmão que parecem ser pessoas que foram feitas para sobreviver ao pós-apocalipse, Jake ainda prefere recorrer às letras e leis ao invés de armas e guerra. Mais tarde Alicia volta sozinha ao lago e pula de um penhasco na água. Ela ri, de excitação e adrenalina, mas logo em seguida ela volta a si e a realidade de sua situação.

Após livrar a barragem do poder de Dante e entregá-la aos cuidados de Lola, Daniel e Victor partem para o hotel em busca de Ofélia. (Nós já sabemos que ela não está lá, mas Daniel ainda não tem certeza – #cadeaofelia?). É nítido que Salazar sabe que Strand está mentindo, mas por quê continuar a viagem em sua companhia. Aparentemente Daniel preferiu viajar ao lado de Strand para que com sua lábia ele não influenciasse na nova administração da represa, ao deixá-la sob os cuidados de Lola, pois Daniel sabe que Strand faz de tudo para que sua sobrevivência não seja comprometida.

Durante a viagem Daniel percebe cada vez mais que Victor mente sobre o paradeiro de Ofélia e ao chegar cada vez mais próximo ao hotel Strand se mostra mais confuso e acaba contradizendo quase toda a história que inventou para Daniel. É apenas uma questão de tempo até que Salazar perceba o que Strand está fazendo para se ver livre e conseguir sobreviver. Quando enfim chegam ao hotel encontram seu portão desprotegido e abandonado. E quando Salazar encurrala Strand para que ele conte a verdade, ele é cercado por infectados e acaba abandonado a sua própria sorte por Daniel, que lhe diz: “quero ver você escapar agora”.

Abaixo, temos um espaço para você opinar e comentar livremente – dentro da moral da boa vizinhança – sobre a série, os episódios e todas as suas teorias.

Fiquem ligados no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Destaque

Novo trailer da 6ª temporada de Fear the Walking Dead (LEGENDADO)

O novo trailer da sexta temporada de Fear the Walking Dead foi divulgado na San Diego Comic-Con, confira as novas cenas legendadas.

Publicado há

em

AMC divulgou um novo trailer da 6ª temporada de Fear the Walking Dead, hoje, no seu painel na San Diego Comic-Con @ At Home.

As novas cenas da sexta temporada mostram Morgan Jones tentando sobreviver, porém pode não ser por muito tempo, já que ele está sendo caçado.

O trailer também veio para mostrar que os primeiros episódios da volta de Fear The Walking Dead já foram gravados antes que a produção precisasse parar.

“Acho que estamos realmente empolgados na 6ª temporada, porque todo mundo se separou e já ouvimos Ginny mencionar o fato de que ela tem alguns assentamentos sob seu controle. Ela é como um colonizador”, o showrunner Andrew Chambliss disse anteriormente à Entertainment Weekly“Ela é como alguém que franquia esses assentamentos e entra e conserta as coisas e então toma o controle. Mas isso significa que vamos ver muitos lugares diferentes e ter muitos sabores diferentes e seremos capazes de mergulhar realmente profundamente com nossos personagens.”

Além de Andrew, Ian Goldberg também revelou que essa será uma temporada mais sombria e misteriosa, com um foco na vida dos personagens e o que está acontecendo com eles nas comunidades da Virginia.

LEIA TAMBÉM:
REVELADA A DATA DE ESTREIA DA 6ª TEMPORADA DE FEAR THE WALKING DEAD

O produtor executivo, Scott Gimple disse que a estrutura da série irá “mudar um pouquinho”.

A 6ª temporada de Fear the Walking Dead estreia dia 11 de Outubro, mas ainda não se sabe quando a série poderá voltar a ser gravada por conta da pandemia.


Legendas por: Letícia Paulini / Equipe Fear the Walking Dead Brasil

Continue lendo

Destaque

Revelada a data de estreia da 6ª temporada de Fear the Walking Dead

Confira a data de estreia da 6ª temporada de Fear the Walking Dead nos EUA. A data de estreia no Brasil ainda não foi divulgada.

Publicado há

em

A AMC anunciou na Comic-Con @ Home que a 6ª temporada de Fear the Walking Dead vai estrear na noite de 11 de outubro de 2020.

A sexta temporada de Fear the Walking Dead explora o que aconteceu com a família improvável, unida pela missão de ajudar os necessitados. Depois de serem separados por Virgínia e os Pioneiros, o grupo agora está espalhado ao longo das comunidades.

A última mensagem de Morgan (James) ao final da quinta temporada foi um apelo para que o grupo “apenas sobreviva” e, nessa temporada, nós vamos ver o que isso significa para cada um deles. Alguns vão achar intrigante a estabilidade e oportunidade dentro das comunidades de Virginia, outros vão afundar na escuridão, enquanto outros vão lutar contra o que lhes foi imposto. A vida atrás das paredes de Virginia vai testar cada um deles de maneiras diferentes, forçando-os a definir quem eles são neste novo mundo.

A data de estreia no Brasil ainda não foi divulgada. Desde a segunda metade da quarta temporada, o AMC Brasil optou por exibir a série em datas diferentes dos EUA. Na 5ª temporada, eles começaram a exibir a série após 3 episódios já terem sido lançados em solo americano. Não sabemos se isso será mantido ou se eles voltarão a exibir a série simultaneamente.

Ansiosos pelo retorno de Fear the Walking Dead? O que você gostaria de ver na sexta temporada? Quais são suas expectativas? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo!

Continue lendo

Destaque

Assista ao painel de Fear the Walking Dead na Comic-Con @ Home

Confira o painel completo de Fear the Walking Dead na San Diego Comic-Con 2020. O evento acontece de maneira virtual por conta da pandemia.

Publicado há

em

imagem promocional de fear the walking dead na Comic-Con @ Home

A San Diego Comic-Con deste ano acontece de maneira virtual e totalmente gratuita. O evento presencial precisou ser cancelado por conta da pandemia de Coronavírus e todos os painéis foram gravados com antecedência pelos estúdios e estão sendo lançados na íntegra de acordo com a programação.

Como de costume, as séries do universo The Walking Dead – The Walking Dead, Fear the Walking Dead e The Walking Dead World Beyond – comandam a sexta-feira da Comic-Con @ Home.

O painel de Fear the Walking Dead é focado na 6ª temporada, que estreia ainda este ano. A última mensagem de Morgan (James) ao final da quinta temporada foi um apelo para que o grupo “apenas sobreviva” e, nessa temporada, nós vamos ver o que isso significa para cada um deles. Alguns vão achar intrigante a estabilidade e oportunidade dentro das comunidades de Virginia, outros vão afundar na escuridão, enquanto outros vão lutar contra o que lhes foi imposto. A vida atrás das paredes de Virginia vai testar cada um deles de maneiras diferentes, forçando-os a definir quem eles são neste novo mundo.

Palestrantes: Lennie James (Morgan), Alycia Debnam-Carey (Alicia), Colman Domingo (Strand), Danay Garcia (Luciana), Karen David (Grace), Jenna Elfman (June) e Rubén Blades (Daniel), Andrew Chambliss (showrunner), Ian Goldberg (showrunner) e Scott M. Gimple (chefe de conteúdo do universo The Walking Dead).
Moderador: Chris Hardwick
Horário: 16h (horário de Brasília)

Assista ao painel de Fear the Walking Dead:

ATENÇÃO: O vídeo só vai aparecer no player abaixo às 16h!

LEIA TAMBÉM:
Assista ao painel de The Walking Dead na Comic-Con @ Home
Assista ao painel de The Walking Dead World Beyond na Comic-Con @ Home

Continue lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

EM ALTA