Siga-nos nas redes sociais

Destaque

Review Fear the Walking Dead S04E10 – Close Your Eyes: apelativo, mas encantador

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo episódio, S04E10 – “Close Your Eyes”, da quarta temporada de Fear the Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

O décimo episódio da quarta temporada, Close Your Eyes (Feche os seus olhos), foi ao ar às 22h30 de hoje no AMC Brasil. Com algumas cenas apelativas, o episódio começou parecendo ser mais uma forma de enrolar o público até o décimo sexto, mas ao longo de seu enredo foi se provando necessário, emocionante e encantador.

Alicia, após se desvencilhar de Morgan, acaba encontrando uma casa aparentemente abandonada. Após uma rotineira inspeção, se vê matando uma família de zumbis constituída por um casal, um filho e uma filha – que com certeza lhe lembraram de sua família pré-apocalíptica. O que ela menos esperava é que Charlie já vinha ocupando o lugar desde que fugiu de Luciana no episódio anterior.

O ponto central da história é justamente a luta interna de ambas as personagens, cada uma carregando um turbilhão de emoções que envolvem uma a outra. Enquanto Charlie tenta encontrar uma forma de se redimir com quem foi, procurando uma maneira digna de se despedir da família que habitava naquela casa, vemos Alicia lidar com os sentimentos de rancor pela morte de Madison e Nick ocasionadas pela garota, ao mesmo tempo em que busca preservar os princípios exauridos pela mãe.

Alicia inspeciona a casa em busca de eventuais riscos.

Na medida em que uma vai necessitando da outra naquela casa em meio a tempestade, o relacionamento de ambas vai sendo facilitado. Alicia começa o episódio dizendo que jamais conseguirá perdoar Charlie, mas acaba se abrindo para a garota ao longo do tempo.

A ligação de enredo com começo, meio e fim na história entrega um episódio completo. A pequena decisão de Alicia de não resolver o problema da inundação do porão acaba por gerar mais pra frente um risco de morte para ambas as personagens. Uma das cenas, talvez, mais marcantes do episódio é justamente o momento em que Charlie revela que viu seus pais reanimados e que seu maior medo é acabar como eles. Alicia nesse momento lida com o sentimento de altruísmo em atender o pedido da garota, dando-lhe um tiro de misericórdia antes que morram afogadas, e para isso buscando em sua memória o que ela lhe causou (com flashbacks de Nick e Madison) e o sentimento de necessidade de ser humana como sua mãe vinha se tornando nos últimos momentos de vida. Ela se vê incapaz de fazer.

O infectado que Alicia impediu que Charlie matasse no mezanino externo é outro ponto do roteiro que demonstra um episódio bem costurado, já que no final é ele que salva a vida das duas no porão ao cair sobre a saída e arrebentar as correntes que as prendiam.

Entretanto, aqui já cabe a primeira ressalva do redator: a cena é bem costurada com a história, mas demasiadamente apelativa, já que as correntes eram grossas e não sucumbiram à força de Alicia, sendo então questionável sua rendição a um infectado caindo sobre elas.

A segunda cena que me deixou um tanto quanto frustrado é a cena do desmaio de Alicia. Uma simples queda, batendo a cabeça no barro – veja, não foi em uma pedra – acaba fazendo com que a jovem desmaie sendo posteriormente salva por Charlie. A encenação e adaptação da cena ficou aquém do desejado, parecendo que foi uma saída rápida e preguiçosa que o roteirista do episódio encontrou para convergir ao salvamento de Charlie.

Uma das cenas mais controvérsias do episódio é a que Alicia desmaia após uma leve queda.

Outro grande problema da película é o filtro com tonalidades escuras utilizado, visto que todo o episódio se passa em meio a tempestade e na escuridão e alguns detalhes ficam difíceis de serem identificados pelo público, devido a opacidade. É o caso da cena em que Alicia consegue limpar o duto de saída da chaminé para acender o fogo, não ficou muito claro se o que interrompia a passagem de fumaça era um pássaro, um roedor ou algo além, já que de alguma forma a personagem se dispõe a pedir perdão para aquilo.

Entretanto, a cena, se confirmado ser um pássaro, pode trazer uma grande e profunda relação com Madison. No episódio de número oito, quando descobrimos que a matriarca Clark e Althea já haviam se encontrado, Madison conta para a jornalista que seu grande anseio era que os filhos pudessem viver em um mundo em que eles se importassem com o próximo. Para ilustrar seu desejo, a mãe de Alicia relembra a infância dos filhos, quando eles salvaram a vida de um pássaro, por mais que ela desacreditasse na recuperação da ave, a fé e esperança que as crianças nutriram por ela a salvaram de alguma maneira.

Charlie é o pássaro dessa vez, mas Alicia não parece estar encontrando forma de exprimir quem era na infância. Então quando ela vê o pássaro morto, ela percebe que a “fumaça” em sua vida só poderá partir se ela liberar perdão para o pássaro que obstrui a passagem.

O título foi muito bem aproveitado na temática do episódio, já que ele representa a relação adotada pelas personagens. Fisicamente, o título cita o momento em que Charlie diz que algumas vezes ela fecha os olhos ao ler e tenta rebuscar em sua memória os pais e imaginar como a praia é, sendo depois, quando Alicia e ela já se envolveram aprofundadamente, uma forma de ligação entre elas com a jovem Clark levando-a pela imaginação a conhecer o mar, momento em que Charlie finalmente consegue ressuscitar em seus pensamentos o rosto dos pais quando vivos.

Entretanto, de forma lúdica, “Close Your Eyes” pode se referir a necessidade de Alicia fechar os olhos para o passado e esquecer o que Charlie lhe fez, trabalhando o perdão e lidando com suas dores de forma mais humana e aberta a entender que o antes não é o agora.

Alguns momentos do episódio citam a jornada de Madison. Charlie consegue libertar Alicia do medo que a mãe seja absorvida completamente por seu instinto de sobrevivência. A frase dita por Madison “No One’s Gone Until They’re Gone” (“Ninguém morre até que tenha morrido”) é repetida pelas personagens e a garotinha conforta Alicia lhe mostrando que a matriarca de sua família jamais irá morrer, pois agora é expressa na jovem Clark.

Alicia no inicio do episódio é uma personagem disposta a matar quem cruzar seu caminho. Diferente do que mostra o fechamento da história.

No fim, vemos que ambas vão em busca dos demais sobreviventes, mas acabam não encontrando ninguém. Enquanto Charlie se mostra preocupada com o que aconteceu, Alicia demonstra que está disposta a sobreviver com a garota e que agora lhe aceita como parceira de equipe. Uma Alicia muito mais evoluída do que a que iniciou o episódio. Parece que a chuva veio para renovar a personagem.

Um episódio que tinha tudo para comprovar mais uma vez que pontualidade em personagens divididos não é funcional, mas que a exemplo de Laura, trouxe desenvolvimento grandioso para ambos os personagens envolvidos e repleto de profundidade e emoção, natural da trama dramática aferida à série. Vale salientar que ambos os episódios foram dirigidos por Michael Satrazemis, que se mostra eficiente em desenvolver relações orgânicas entre personagens distintos.

O que você achou do episódio? Acha que faltou explorar algum ponto na review? Vote na enquete abaixo e deixe um comentário expressando sua opinião do décimo episódio da quarta temporada.

 

Fear the Walking Dead vai ao ar as segundas-feiras, às 22h30, no AMC Brasil. Consulte sua operadora de TV para mais informações.

Fiquem ligados no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Destaque

Novo trailer da 6ª temporada de Fear the Walking Dead (LEGENDADO)

O novo trailer da sexta temporada de Fear the Walking Dead foi divulgado na San Diego Comic-Con, confira as novas cenas legendadas.

Publicado há

em

AMC divulgou um novo trailer da 6ª temporada de Fear the Walking Dead, hoje, no seu painel na San Diego Comic-Con @ At Home.

As novas cenas da sexta temporada mostram Morgan Jones tentando sobreviver, porém pode não ser por muito tempo, já que ele está sendo caçado.

O trailer também veio para mostrar que os primeiros episódios da volta de Fear The Walking Dead já foram gravados antes que a produção precisasse parar.

“Acho que estamos realmente empolgados na 6ª temporada, porque todo mundo se separou e já ouvimos Ginny mencionar o fato de que ela tem alguns assentamentos sob seu controle. Ela é como um colonizador”, o showrunner Andrew Chambliss disse anteriormente à Entertainment Weekly“Ela é como alguém que franquia esses assentamentos e entra e conserta as coisas e então toma o controle. Mas isso significa que vamos ver muitos lugares diferentes e ter muitos sabores diferentes e seremos capazes de mergulhar realmente profundamente com nossos personagens.”

Além de Andrew, Ian Goldberg também revelou que essa será uma temporada mais sombria e misteriosa, com um foco na vida dos personagens e o que está acontecendo com eles nas comunidades da Virginia.

LEIA TAMBÉM:
REVELADA A DATA DE ESTREIA DA 6ª TEMPORADA DE FEAR THE WALKING DEAD

O produtor executivo, Scott Gimple disse que a estrutura da série irá “mudar um pouquinho”.

A 6ª temporada de Fear the Walking Dead estreia dia 11 de Outubro, mas ainda não se sabe quando a série poderá voltar a ser gravada por conta da pandemia.


Legendas por: Letícia Paulini / Equipe Fear the Walking Dead Brasil

Continue lendo

Destaque

Revelada a data de estreia da 6ª temporada de Fear the Walking Dead

Confira a data de estreia da 6ª temporada de Fear the Walking Dead nos EUA. A data de estreia no Brasil ainda não foi divulgada.

Publicado há

em

A AMC anunciou na Comic-Con @ Home que a 6ª temporada de Fear the Walking Dead vai estrear na noite de 11 de outubro de 2020.

A sexta temporada de Fear the Walking Dead explora o que aconteceu com a família improvável, unida pela missão de ajudar os necessitados. Depois de serem separados por Virgínia e os Pioneiros, o grupo agora está espalhado ao longo das comunidades.

A última mensagem de Morgan (James) ao final da quinta temporada foi um apelo para que o grupo “apenas sobreviva” e, nessa temporada, nós vamos ver o que isso significa para cada um deles. Alguns vão achar intrigante a estabilidade e oportunidade dentro das comunidades de Virginia, outros vão afundar na escuridão, enquanto outros vão lutar contra o que lhes foi imposto. A vida atrás das paredes de Virginia vai testar cada um deles de maneiras diferentes, forçando-os a definir quem eles são neste novo mundo.

A data de estreia no Brasil ainda não foi divulgada. Desde a segunda metade da quarta temporada, o AMC Brasil optou por exibir a série em datas diferentes dos EUA. Na 5ª temporada, eles começaram a exibir a série após 3 episódios já terem sido lançados em solo americano. Não sabemos se isso será mantido ou se eles voltarão a exibir a série simultaneamente.

Ansiosos pelo retorno de Fear the Walking Dead? O que você gostaria de ver na sexta temporada? Quais são suas expectativas? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo!

Continue lendo

Destaque

Assista ao painel de Fear the Walking Dead na Comic-Con @ Home

Confira o painel completo de Fear the Walking Dead na San Diego Comic-Con 2020. O evento acontece de maneira virtual por conta da pandemia.

Publicado há

em

imagem promocional de fear the walking dead na Comic-Con @ Home

A San Diego Comic-Con deste ano acontece de maneira virtual e totalmente gratuita. O evento presencial precisou ser cancelado por conta da pandemia de Coronavírus e todos os painéis foram gravados com antecedência pelos estúdios e estão sendo lançados na íntegra de acordo com a programação.

Como de costume, as séries do universo The Walking Dead – The Walking Dead, Fear the Walking Dead e The Walking Dead World Beyond – comandam a sexta-feira da Comic-Con @ Home.

O painel de Fear the Walking Dead é focado na 6ª temporada, que estreia ainda este ano. A última mensagem de Morgan (James) ao final da quinta temporada foi um apelo para que o grupo “apenas sobreviva” e, nessa temporada, nós vamos ver o que isso significa para cada um deles. Alguns vão achar intrigante a estabilidade e oportunidade dentro das comunidades de Virginia, outros vão afundar na escuridão, enquanto outros vão lutar contra o que lhes foi imposto. A vida atrás das paredes de Virginia vai testar cada um deles de maneiras diferentes, forçando-os a definir quem eles são neste novo mundo.

Palestrantes: Lennie James (Morgan), Alycia Debnam-Carey (Alicia), Colman Domingo (Strand), Danay Garcia (Luciana), Karen David (Grace), Jenna Elfman (June) e Rubén Blades (Daniel), Andrew Chambliss (showrunner), Ian Goldberg (showrunner) e Scott M. Gimple (chefe de conteúdo do universo The Walking Dead).
Moderador: Chris Hardwick
Horário: 16h (horário de Brasília)

Assista ao painel de Fear the Walking Dead:

ATENÇÃO: O vídeo só vai aparecer no player abaixo às 16h!

LEIA TAMBÉM:
Assista ao painel de The Walking Dead na Comic-Con @ Home
Assista ao painel de The Walking Dead World Beyond na Comic-Con @ Home

Continue lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

EM ALTA