Siga-nos nas redes sociais

Destaque

REVIEW FEAR THE WALKING DEAD S03E14 – El Matadero: Um (quase) reencontro esperado

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo quarto episódio, S03E14 – “El Matadero”, da terceira temporada de Fear the Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

No episódio 14 descobrimos logo no início que Ofélia (que torci tanto para voltar) foi mordida. Começo a perceber que basta torcermos para um personagem ficar mais tempo ou nos apegarmos a uma ideia sobre seu destino que este personagem ou some ou morre.

Na viagem de volta até a barragem, Madison e Victor preocupam-se com futuro de todos, pois a única garantia deles em serem recebidos de volta na barragem cai na parte de trás do caminhão. Lola já teve misericórdia da família Clark e concordou em deixá-los viver e trabalhar na barragem, mas apenas se Ofélia voltasse para reencontrar seu pai. Mas agora, a filha de Daniel está fraca e morrendo pois enquanto tentava liberar a saída de ar dos dutos da despensa, acabou sendo mordida e agora, Madison e Strand tentam mantê-la viva o suficiente para garantir a admissão de todos na barragem.

Eles a levam para o posto de comércio, o ponto de encontro com Daniel, tentado assim adiar o inevitável e tentar conter por pelo menos mais tempo a infecção com remédios e descanso. Enquanto Madison e Victor lidam com a moça da portaria, que sempre está mudando os requisitos de admissão, Walker ajuda a Ofélia a passar pela revista sem levantar suspeitas de que fora mordida.

Victor confronta Madison sobre como ela está abdicando seus recursos preciosos apenas para que Ofélia possa ver seu pai uma última vez, mas não é bem assim que Madison está pensando, ela ativou seu modo de sobrevivência e já que agora eles não têm uma casa ou recursos para barganhar, ela sabe que o reencontro de Ofélia e Daniel é imprescindível. Mas Victor teme a ira de Daniel e o que ele poderia fazer quando aparecerem com pouco a oferecer além do corpo de Ofélia. E, dessa vez, não vemos Walker contra Madison, diferentemente do que vimos quando Madison gastou seus recurso com Strand. Walker agora parece aprovar o último conforto que Madison oferece a Ofélia.

Enquanto isso, no Fantástico Mundo de Bob, ops, quer dizer fantástico mundo de Nick, ele e Troy, estão seguindo Alicia, que já está ambientada em sua nova jornada solitária. E apesar da insistência de Nick de que ela não pode sobreviver por conta própria, ela diz que não voltará com ele, e ainda o aconselha a perseguir sua própria felicidade longe de sua mãe.

Na manhã seguinte, enquanto voltavam para encontrar os outros, Troy pergunta a Nick: “Por que todos te odeiam, Nick?”, e afirma que “Você e eu, somos mais parecidos do que você pensa”, diz Troy. (Definitivamente Troy salvou Nick, mesmo que em um universo psicológico e psicótico alternativo conseguiram salvar o episódio do marasmo total).

Enquanto Alicia procura por comida em uma lanchonete, e encontra um balde cheio de batatas, na empolgação, ela não percebe que um grupo de infectados acaba entrando na lanchonete e Alicia se esconde na piscina de bolinhas e acaba perdendo sua arma quando uma criança infectada que estava sob as bolinhas a ataca, após conseguir vencer o embate com a pequena infectada ela se depara com uma mulher que com uma picareta acaba com todos os infectados e acaba levando suas batatas embora. O mais incomum é que, antes de partir, a mulher corta os dedos dos cadáveres e remove alguns dos dentes. Alicia a segue até um estacionamento e tenta retirar a comida quando a mulher a enfrenta. Após algumas ameaças, Alicia admite que está cansada, com fome e prefere não matá-la, e elas concordam em compartilhar o balde de batatas, que por sinal é bem grande.

Nick retorna e encontra sua mãe adormecida em uma cadeira ao lado do leito de Ofélia. Ele assegura que Alicia está bem, mas é forçada a confortá-la quando Madison começa a desmoronar (mesmo que a mãe ache a filha forte e tem convicção que ela conseguirá se manter sozinha, Madison sente o peso de se separar de sua filha, já que ela nunca a abandonou e sempre foi o braço forte com o qual Madison nunca precisou se preocupar, já que Nick sempre foi o filho problemático que precisa de atenção constante). Mas sua filha partiu e Ofélia está em seu leito de morte. Ela se pergunta o que ela faria sem Nick, que parece desesperado por essa afirmação. Quando Madison sai da sala, Nick vê os analgésicos de Ofélia. Ele avalia brevemente, e antes que possa perceber coloca um na boca e engole.

Quando ele se encontra com Troy mais tarde para o almoço, Nick já está totalmente drogado, e se insinua para a garçonete, enlouquecendo Troy. Olhando para trás, é provável que Nick nunca estivesse em terreno sólido; ele simplesmente trocou um vício por outro. Esta última transição para o seu personagem parecia tão rígida que me deixaram tentando descobrir por que estava fazendo isso. E o que ele diz a Troy mais tarde em uma neblina induzida por drogas só aumenta a confusão.

Confesso que achei que Nick havia crescido e saído da fase de adolescente revoltado para um adulto confiável, mas agora, vê-lo mergulhar novamente em seus vícios é meio trágico, parece que estamos entrando em um looping nessa série, vício em drogas, vicio em analgésicos, vicio em adrenalina, vicio em Luciana, ai volta tudo. Gostaria de ver mais do Nick que luta, que é líder na colônia e no rancho, que luta por outras pessoas, achei que já haviam se esgotado as possibilidades de uso de drogas, mas à luz no fim do túnel, pois a interpretação está esplendida, achei que ele havia encontrado um novo propósito em ser um líder e assumir o comando da colônia de Luciana, supostamente, e novamente na implementação das estratégias de Madison no rancho, mas…

Troy que está mais instável do que nunca, (não como o médico louco, está mais para um órfão que atingiu a maturidade e não tem mais onde ficar), está apreensivo com o comportamento insano de Nick. Ele tenta convencer Nick que não quer um analgésico, mas Nick o adverte dizendo que ele “lhe deve uma” e acaba cedendo, a seguir a dupla segue para El Matadero (“o matadouro”) para obter mais drogas. Quando eles chegam (as câmeras que os filmam estão desfocadas e meio tremulas, dando ainda mais a impressão de alucinação e dando a entender que os dois estão muito drogados) Troy adverte-o a diminuir a velocidade enquanto pede ao negociante no “El Matadero” para mostrar-lhe “todas as coisas” – heroína, cocaína, morfina e anfetaminas – mas o que Nick escolhe é o núcleo de um tronco encefálico. Em outras palavras, “adrenalina pura”.

Ambos estão fora de controle, e então Nick conduz Troy, aparentemente em pânico, a pular a cerca do posto de comércio e se dirige a um infectado preso em um caminhão. Ele o mata e espalha seu sangue em ambos os seus rostos – em nenhum outro lugar, e corre em direção a um grupo de infectados. (Vamos lá, processo de disfarçar o cheiro dos vivos para os infectados mortos ao revestir o corpo de alguém com sangue do infectado tornou-se cada vez mais negligente, lembro que em The Walking Dead, bem na primeira temporada, foi necessário cobrir o corpo todo com o sangue e rezar para dar certo, apesar de toda a atuação excelente e do das edições de imagens, acho que os produtores estão meios cansados, e não estão se atendo a pequenos detalhes que, mesmo passando desapercebidos da maioria, nos deixa com a sensação de que, já que a primeira série faz sucesso, e o spin-off já tem seus fãs cativados, não precisaremos mais nos preocupar tanto com detalhes, ou então talvez por estarem tão drogados, os infectados acharam que eles também estavam mortos, passando desapercebidos pelos infectados. Sei lá, mas eu gostaria de dar aos produtores o benefício da dúvida. Troy e Nick são capazes de simplesmente aplicar sangue em seus rostos e caminhar através de um rebanho ileso. Como?)

Mas deixando essas incoerências de lado, e voltando ao review, Nick começa a murmurar: “Não posso voltar, não posso voltar com ela”, presumivelmente se referindo a sua mãe. Talvez aqui tenhamos um pequeno enredo para os próximos episódios, algum assunto inacabado entre mãe e filho?

Enquanto isso está acontecendo, Victor (ardiloso) se esgueira atrás de linhas inimigas, passando por salas cheias de jogos de azar e sexo em busca de Proctor John (sim, o mesmo a quem ele devia dinheiro e, por este motivo, foi posto ao lado de fora da cerca para matar os infectados). Em vez disso, ele encontra seus capangas, mas ele provoca que ele tenha algo que John quer.

Quando chega a hora de encontrar Daniel, Madison ajuda Ofélia a ficar de pé, mas aconselha Walker a ficar para trás, pois não tem certeza de como Daniel vai reagir – apesar de Daniel e Walker já terem se conhecido e aparentemente gostado um do outro na barragem em sua primeira visita. Walker se despede de Ofélia carinhosamente e a observa se afastar com Madison para o ponto de encontro.

Chorando, Ofélia pede que Madison a mate se ela se transformar antes de ver seu pai e se diz arrependida de não ter tido tempo de conhecer seu pai, Daniel, como ele realmente era, enquanto ela estava viva. Madison assegura-lhe que ela o conheceu sim e em referência a Nick e Alicia diz que, as crianças sabem as verdades boas e más sobre seus pais, mesmo que eles mintam para seus filhos. Ofélia morre no ombro de Madison no mesmo momento em que o caminhão de Daniel chega no ponto de encontro. Consumido pela raiva e tristeza, Daniel aponta uma arma para Madison, e então ordena que ela vá embora quando ela diz o que aconteceu no Rancho. Ela ouve Daniel atirar em Ofélia na cabeça enquanto ela se afasta. Não me convenceu a morte de Ofélia, acho que a gravidez pesou na decisão de mantê-la ou não na série, talvez sua personagem fosse precisar de muito esforço físico, talvez, mas acho que ela merecia ficar mais na série, #RIPOfélia.

Alicia, que está dividindo sua refeição com Diana, descobre que ela vende os dedos e os dentes para pessoas que os transformam em artefatos que são vendidos como encantos contra infectados. Ela oferece um anel para Alicia, que o recusa educadamente porque é “nojento”. Alicia revela que conhece um lugar onde há jogo e água; ela encontrará uma maneira de sobreviver sozinha ou morrer tentando.

Na manhã seguinte, todos começam a seguir em frente.

Daniel revela como ele carregou o corpo de Ofélia e enterrou-a sob uma oliveira com suas próprias mãos e permite que grupo de Madison vá para a barragem. Mas nem todos tem esse plano. Nick e Troy diz que ficaram para trás por alguns dias na mentirosa tentativa de obter mais recursos, e sem dúvida para cuidar de sua dependência de drogas, mas Madison parece ter cortado de vez o cordão umbilical com seus filhos e simplesmente aceita sua decisão.

Talvez a perda, morte ou simplesmente a ausência de alguém tenha um efeito de sinuosidade, e a maioria das personagens agora é colocada em um lugar onde eles precisam se reconectar com a luz interior e a paz. Os filhos de Madison estão sozinhos; qual será a sua motivação agora? Alicia decide fazer um companheiro de viagem? Daniel perdeu seus últimos laços com sua família e sua bússola moral. É “o preço”, diz ele, pelos seus pecados. E Madison, agora se vê literalmente sozinha, sem Travis, sem filhos e sem ninguém para justificar suas ações ou atos impactantes. Strand se mostra ardiloso e não confiável. O que será que acontecerá quando chegarem na represa e Lola souber que Ofélia se foi.

À medida que todos seguem seus caminhos separados, o olhar de Victor permanece no posto avançado comercial. O que ele ofereceu ao Proctor John? Ele vai provar que Daniel estava certo sobre ele e trair a confiança de Madison? Quais serão os rumos do nosso spin-off favorito sobre o apocalipse zumbi? Espero que consigam manter o ritmo dessa temporada.

Abaixo, temos um espaço para você opinar e comentar livremente – dentro da moral da boa vizinhança – sobre a série, os episódios e todas as suas teorias.

O que você achou do décimo quarto episódio? Abaixo, temos um espaço para você opinar e comentar livremente – dentro da moral da boa vizinhança – sobre a série, os episódios e todas as suas teorias.

Fiquem ligados no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Destaque

Fear the Walking Dead é renovada para a 7ª temporada

O anúncio da 7ª temporada de Fear the Walking Dead foi feito através de um teaser divulgado nas redes sociais oficiais da série.

Publicado há

em

morgan armado em imagem da 6ª temporada de Fear the Walking Dead

Fear the Walking Dead foi renovada para sua 7ª temporada pela AMC. O anúncio foi feito através de um teaser divulgado nas redes sociais oficiais. A série de zumbi está atualmente na metade da 6ª temporada, que está em hiatos, tendo transmitido seu episódio final em novembro, um episódio a menos de sua meia temporada de 8 episódios originalmente planejada devido aos atrasos enfrentados na produção por causa da pandemia do Coronavírus.

A nova temporada começará sua produção em 2021 e provavelmente irá ao ar no final de 2021 ou no início de 2022. Nenhuma data oficial foi confirmada, nem para produção ou lançamento. Ainda existem 9 episódios restantes da 6ª temporada, que voltarão a ser exibidos no início do próximo ano.



O produtor executivo e diretor de conteúdo Scott M. Gimple falou sobre os próximos episódios de FTWD:

“Só vou dizer que o S06E08 é um grande episódio, apenas as ramificações, a emoção, a intensidade disso…”, comentou Gimple. “Eu sei por que não o fizemos. Foi por causa de… Mas acabei de ver o corte totalmente acabado, tudo o que podíamos juntar, e mal posso esperar que as pessoas vejam. É um episódio muito, muito bom. E há algumas sequências ali nas quais ainda penso, que eu sabia que estavam na página. Tínhamos conversado sobre eles.”

LEIA TAMBÉM:
Produtor revela se veremos Rick Grimes em The Walking Dead: World Beyond

Fear the Walking Dead é estrelado por Alycia Debnam-Carey, Colman Domingo e Ruben Blades em sua primeira temporada. Durante as recentes temporadas, os veteranos de The Walking Dead, Lennie James, Austin Amelio e Christine Evangelista se juntaram a série como parte de histórias cruzadas. Maggie Grace, Danay Garcia, Garret Dillahunt, Jenna Elfman, Alexa Nisenson e Colbie Minifie também desempenham papéis importantes na série muitas vezes dirigida por Michael Satrazemis e Michael Cudlitz, junto com Domingo e James.

Para os fãs que esperam ver Kim Dickens retornar ao seu papel como Madison – que foi dada como morta na 4ª temporada de Fear the Walking Dead – Gimple os incentiva a “manter a esperança viva”, já que as conversas parecem estar acontecendo nos bastidores.

“Existem várias questões [dos fãs] sobre Madison,” Gimple admite “E é realmente verdade que estamos chutando muitas coisas, não apenas dentro de… Conversamos sobre FTWD. Tivemos conversas sobre Tales of the Walking Dead, e até mesmo dentro The Walking Dead. Existem todos os tipos de possibilidades. Investigamos muito esse passado nas histórias, especialmente em Tales of the Walking Dead. Então, se tudo acontecesse, seria incrível, mas há algumas coisas flutuando ao redor que são realmente incríveis.”

Continue lendo

Destaque

Novo trailer da 6ª temporada de Fear the Walking Dead (LEGENDADO)

O novo trailer da sexta temporada de Fear the Walking Dead foi divulgado na San Diego Comic-Con, confira as novas cenas legendadas.

Publicado há

em

AMC divulgou um novo trailer da 6ª temporada de Fear the Walking Dead, hoje, no seu painel na San Diego Comic-Con @ At Home.

As novas cenas da sexta temporada mostram Morgan Jones tentando sobreviver, porém pode não ser por muito tempo, já que ele está sendo caçado.

O trailer também veio para mostrar que os primeiros episódios da volta de Fear The Walking Dead já foram gravados antes que a produção precisasse parar.

“Acho que estamos realmente empolgados na 6ª temporada, porque todo mundo se separou e já ouvimos Ginny mencionar o fato de que ela tem alguns assentamentos sob seu controle. Ela é como um colonizador”, o showrunner Andrew Chambliss disse anteriormente à Entertainment Weekly“Ela é como alguém que franquia esses assentamentos e entra e conserta as coisas e então toma o controle. Mas isso significa que vamos ver muitos lugares diferentes e ter muitos sabores diferentes e seremos capazes de mergulhar realmente profundamente com nossos personagens.”

Além de Andrew, Ian Goldberg também revelou que essa será uma temporada mais sombria e misteriosa, com um foco na vida dos personagens e o que está acontecendo com eles nas comunidades da Virginia.

LEIA TAMBÉM:
REVELADA A DATA DE ESTREIA DA 6ª TEMPORADA DE FEAR THE WALKING DEAD

O produtor executivo, Scott Gimple disse que a estrutura da série irá “mudar um pouquinho”.

A 6ª temporada de Fear the Walking Dead estreia dia 11 de Outubro, mas ainda não se sabe quando a série poderá voltar a ser gravada por conta da pandemia.


Legendas por: Letícia Paulini / Equipe Fear the Walking Dead Brasil

Continue lendo

Destaque

Revelada a data de estreia da 6ª temporada de Fear the Walking Dead

Confira a data de estreia da 6ª temporada de Fear the Walking Dead nos EUA. A data de estreia no Brasil ainda não foi divulgada.

Publicado há

em

A AMC anunciou na Comic-Con @ Home que a 6ª temporada de Fear the Walking Dead vai estrear na noite de 11 de outubro de 2020.

A sexta temporada de Fear the Walking Dead explora o que aconteceu com a família improvável, unida pela missão de ajudar os necessitados. Depois de serem separados por Virgínia e os Pioneiros, o grupo agora está espalhado ao longo das comunidades.

A última mensagem de Morgan (James) ao final da quinta temporada foi um apelo para que o grupo “apenas sobreviva” e, nessa temporada, nós vamos ver o que isso significa para cada um deles. Alguns vão achar intrigante a estabilidade e oportunidade dentro das comunidades de Virginia, outros vão afundar na escuridão, enquanto outros vão lutar contra o que lhes foi imposto. A vida atrás das paredes de Virginia vai testar cada um deles de maneiras diferentes, forçando-os a definir quem eles são neste novo mundo.

A data de estreia no Brasil ainda não foi divulgada. Desde a segunda metade da quarta temporada, o AMC Brasil optou por exibir a série em datas diferentes dos EUA. Na 5ª temporada, eles começaram a exibir a série após 3 episódios já terem sido lançados em solo americano. Não sabemos se isso será mantido ou se eles voltarão a exibir a série simultaneamente.

Ansiosos pelo retorno de Fear the Walking Dead? O que você gostaria de ver na sexta temporada? Quais são suas expectativas? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo!

Continue lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

EM ALTA