Lorenzo James Henrie, que interpreta Christopher Manawa em Fear the Walking Dead, fala sobre o maior desafio de seu personagem e compartilha seus pensamentos sobre Travis ter atirado em Liza no season finale.

P: Nós conversamos com Alycia Debnam-Carey sobre interpretar uma personagem a partir de uma perspectiva adolescente durante o apocalipse. Qual a sua opinião sobre isso?

Lorenzo James Henrie: Eu acho que o maior desafio para o Christopher é que ele é um rapaz de 16 anos que está tentando ficar no controle de sua própria vida, sem deixar que outras pessoas digam a ele o que fazer. Está tentando descobrir quem é na vida, então, ter que fazer tudo isso no meio do apocalipse… isso o força a crescer.

P: Como você descreveria a relação de Christopher com o pai dele? E com a mãe dele?

Lorenzo James Henrie: Eu diria que, nos primeiros episódios, vocês veem um garoto que está ressentido com o pai. Os pais dele estão se divorciando, ele sempre admirou seu pai e agora se sente ressentido com ele. Mas, posteriormente, Christopher aprende com seu pai que eles podem se tornar companheiros novamente e reencontrar o amor que, um dia, existiu. Em relação a Liza, ele nunca a culpou por nada. Ele a adora, absolutamente.

P: Você ficou chocado quando Liza levou um tiro na season finale da primeira temporada?

Lorenzo James Henrie: Tudo é arrancado de Christopher nessa ocasião – a infância dele, as lembranças dele e tudo o que há de bom. O medo do desconhecido é animador, mas também me assusta, enquanto ator. [Risos] Eu acho que Travis fez a coisa certa. Foi bonito, porque, no momento da morte dela, verdades foram reveladas. Travis realmente amava Lisa. Dá pra ver esse amor.

P: Qual foi o momento mais chocante da primeira temporada para você?

Lorenzo James Henrie: Eu diria que o momento mais chocante foi a história de Daniel Salazar e o arco do personagem. Eu fiquei muito surpreso. É engraçado, porque todos os membros do elenco ficavam tentando descobrir qual seria a história de seus personagens, e todos pensamos, “Uau. Esse cara é badass.”

P: Cliff Curtis nos contou que nenhum de vocês realmente sabia o que iria acontecer com seus personagens. Você achou que Christopher morreria antes do final da primeira temporada?

Lorenzo James Henrie: É meio assustador não sabermos o que vai acontecer com nossos personagens. Isso definitivamente aumenta a pressão, mas eu estou em paz… Quero que aconteça o que for melhor para a história e para a série.

P: Você encontrou algo com que fosse particularmente capaz de relacionar enquanto contava essa história?

Lorenzo James Henrie: Eu acredito que podemos relacionar a história com a realidade, sim. As pessoas esperam pelo melhor, mas não se preparam para o pior. Existe esse negócio na vida de que “a ignorância é uma bênção”, quando você acha que tudo vai dar certo mas, às vezes, as coisas não dão certo. Nós não estamos no controle. Também tem a ver com se manter verdadeiro com quem você é enquanto pessoa quando é testado em alguma coisa na vida, mesmo que não se trate do apocalipse.

P: Você já assistiu The Walking Dead ou já leu os quadrinhos [que deram origem à série televisiva]? Você aplicou alguma coisa enquanto trabalhava em Fear?

Lorenzo James Henrie: Antes de eu conseguir o emprego, fiz minha pesquisa com The Walking Dead, mas, enquanto ator, eu não queria realmente conhecer esse mundo. Eu queria ter aquele senso de realidade… queria descobrir como aquilo aconteceria na vida real.

P: Tendo sobrevivido por uma temporada completa, qual é a dica número um para sobreviver ao apocalipse, até agora?

Lorenzo James Henrie: [Risos] Algumas dicas seriam estocar armas – essa é uma boa dica – mas também estar sempre dois passos a frente, para poder proteger sua família. Você não sabe o que acontecerá no futuro. É como um jogo de xadrez. Você sempre tem que olhar por cima do próprio ombro, porque nunca sabe quem está com você ou quem está contra você.

Fiquem ligados aqui no FEAR the Walking Dead Br e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e FEAR the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Fear the Walking Dead.


Fonte: AMC
Tradução: Lalah / Staff Fear the Walking Dead Brasil


Comentários

  • Mumm Rá

    Ele moleque me deu nos nervos e tomara que mude nesta temporada depois da morte de sua mãe