Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

Fear the Walking Dead 4ª Temporada Episódio 15 – I Lose People…

Publicado há

em

Página com todas as informações referente ao 15º episódio da 4ª temporada de Fear the Walking Dead.

SINOPSE:

“As esperanças do grupo oscilam em busca de uma saída; Alicia e Charlie se reúnem com amigos.”

INFORMAÇÕES:

Título Original: I Lose People…
Título em português: Eu Perco Pessoas…
Temporada: Quarta Temporada
Roteiro: Kalinda Vazquez
Direção: David Barrett
Elenco: Lennie James (Morgan), Alycia Debnam-Carey (Alicia), Colman Domingo (Strand), Danay Garcia (Luciana), Jenna Elfman (June), Garrett Dillahunt (John), Maggie Grace (Althea) e mais.
Duração: 45 minutos
Estreia Internacional: 23 de Setembro de 2018
Estreia na AMC Brasil: 24 de Setembro de 2018

FOTOS PROMOCIONAIS:

(clique aqui para ver mais imagens promocionais)

VÍDEOS PROMOCIONAIS:

PROMOS:

SNEAK PEEKS:


Legenda por: Leticia Paulini / Equipe Fear the Walking Dead Brasil

PRÓXIMO EPISÓDIO:

Fear the Walking Dead 4ª Temporada Episódio 16: …I Lose Myself (season finale)

Sinopse: Morgan luta para ajudar amigos em necessidade antes que seja tarde demais.

Estreia Internacional: 30 de Setembro de 2018 | Estreia no AMC Brasil: 1 de Outubro de 2018

Fiquem ligados no Fear the Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e Fear the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de FearTWD.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

4ª Temporada

Revisitando a 4ª Temporada de Fear the Walking Dead

Veja aqui um resumo de cada um dos episódios além dos níveis de audiência e nossa crítica ao quarto ano de Fear the Walking Dead.

Publicado há

em

Atenção! O seguinte artigo tem caráter recapitulativo da 4ª temporada de Fear the Walking Dead. Dessa forma, há uma forte carga de SPOILER do quarto ano da série. Se você ainda não assistiu ou está assistindo, tenha ciência que dar continuidade a leitura é assumir o risco de informações não desejadas.

Chegamos ao final da saga de artigos que revisitam os anos anteriores da série, trazendo resumos rápidos de cada um dos episódios e outras informações relevantes (você pode encontrar as publicações anteriores clicando aqui para a 1ª Temporada, aqui para o segundo ano do spinoff e para revisitar a terceira, clique aqui).

O quarto ano do spinoff do grande sucesso mundial The Walking Dead, prometeu com antecedência ser um divisor de águas, trazendo um crossover para a série derivada e ligando os mundos das tramas da obra de Robert Kirkman. Ainda, essa nova fase da história afasta ainda mais os personagens de seu passado no México fixando o enredo em solo norte americano novamente.

Se o AMC prometeu que o crossover traria mudanças substanciais para o spinoff, o cumprimento de tal proposta foi bastante profundo, trazendo mortes surpreendentes e levando a trama a um patamar diferenciado, trazendo-a muito mais próxima de sua série mãe.

Qual é a sua história?

Focando totalmente no crossover, o primeiro episódio já começou a traçar as grandes mudanças que vinham pela frente.

Com o título original What’s Your Story? foi um episódio dirigido por John Polson e com a escrita colaborativa de Scott M. Gimple, Andrew Chambliss e Ian Goldberg. A estréia se deu no dia 15 de Abril de 2018, logo após a exibição do episódio final da oitava temporada de The Walking Dead. A trama atraiu os olhares de 4,09 milhões de espectadores. Uma das grandes curiosidades do episódio é que ele não faz um crossover apenas entre Morgan e os personagens de Fear, mas também traz JesusCarol Rick  para a série em uma participação especial.

No episódio, Morgan segue morando sozinho no lixão – já que ao final da oitava temporada da série mãe ele encaminha Jadis para Alexandria e fica no local – e recebe a visita de Jesus, Carol e Rick pedindo para voltar para o grupo, porém ele se recusa.

Disposto a não ser mais incomodado, Morgan resolve ir embora da Vírginia e caminha durante dias pelas estradas, até que conhece um homem chamado John Dorie, que lhe oferece comida e abrigo. Ele aceita, mas vai embora durante a noite. Mas, na estrada, ele se depara com outro grupo e é rendido por eles. John aparece na tentativa de salvá-lo, mas também é capturado, até que uma mulher chamada Althea dirigindo um caminhão equipado com armas aparece e os salva. Ela diz que era jornalista antes do apocalipse e deseja fazer uma entrevista com Morgan e John. Morgan decide abandoná-los, mas novamente são abordados pelo mesmo grupo da noite anterior. No entanto, dessa vez, os três ganham vantagem e derrubam o grupo, que é devorado por infectados. De volta à estrada, Althea pergunta sobre o passado de Morgan, que conta que morou em algumas comunidades e que elas estavam em guerra. Então, novamente, abandona o grupo. Ferido na perna por causa de um tiro disparado por um dos integrantes do grupo que os atacou, Morgan quase é pego por infectados, mas John e Althea reaparecem e salvam sua vida. Jones diz que seguirá com os dois até sua perna melhorar. Ao final do episódio, os três encontram Alicia, que finge estar machucada, os obrigando a parar a condução, até que são cercados e rendidos por Nick, Strand e Luciana.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “What’s Your Story?”.

Outro dia no Diamond

Uma trama para mostrar o quanto Madison foi longe.

Another Day in the Diamond traz de volta ao centro da trama Madison e sua família, que agora vivem em um antigo estádio de basebol com outros sobreviventes. Charlie, uma garotinha recém chegada, mostra a localização onde supostamente sua família perdida estaria, então, Madison, Strand, Luciana e Alicia partem para lá. Nick, por alguma razão, não está mais interessado em participar de missões e prefere ficar no acampamento cuidado da horta. Enquanto Strand e Luciana procuram pela cidade, Madison e Alicia encontram um lugar onde seria um acampamento que foi incendiado.

Lá, uma mulher estranha aparece e aponta sua arma para Madison, querendo as chaves do carro, quando é surpreendida por Alicia, Strand e Luciana. A mulher acaba ficando em apuros com os infectados, mas é salva pelo grupo. Ela se apresenta como Naomi e é recrutada.

No estádio, uma estranha música atrai um bando de infectados para as cercas e Nick decide resolver sozinho, mas acaba batendo o carro ao se atrapalhar com lembranças da explosão na represa tempos atrás. Madison e os outros chegam a tempo de salvá-lo. Naomi cuida do ferimento de Nick, já que revela ser enfermeira. A matriarca dos Clark diz para Charlie que não encontrou sua família.

Durante a noite, vários carros e caminhões aparecem nos portões do estádio e todos se preparam para uma suposta ameaça. Um homem desce de um dos veículos, sobe em um bicicleta e liga um rádio, atraindo alguns infectados para dentro de um caminhão. O homem chamado Mel, chama Charlie de volta para o grupo dizendo para Madison que ela tem a capacidade de “encontrar coisas boas”. Mel exige os pertences da comunidade, mas Madison se nega a entregar, então ele diz que irá sentar e esperar todos morrerem.

Voltando para a linha temporal do presente – a que encerrou o episódio de estreia do quarto ano – Alicia pergunta para Morgan, John e Al se eles são do grupo de Mel, chamado Os Abutres, mas eles negam. Não convencidos, são colocados dentro do veículo de Al e levados pelo grupo.

O episódio teve direção de Michael E. Satrazemis e roteiro bipartido de Andrew Chambliss  e Ian Goldberg. Indo ao ar em 22 de Abril de 2018, teve audiência de 3,07 milhões de americanos.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “Another Day in the Diamond”.

Fique Bem Aqui

Adeus, Nick!

Ainda sem entender o que está acontecendo, já que duas linhas temporais se entrelaçam, deixando Madison excluída do presente temporal, a audiência é surpreendida com a morte de um personagem chave: Nick. Com direção geral de Dan Liu e roteiro exclusivo de Shintaro Shimosawa, Good Out Here garantiu audiência de 2,71 milhões de espectadores, sendo exibido originalmente em 29 de Abril de 2018.

Seguindo viagem, Al, em um deslize, ataca Nick e obriga Luciana a parar o veículo. Alguns infectados estão na estrada e Al muda os planos, pedindo para Luciana contorná-los antes de parar, mas Nick, em um impulso, se defende e luta com Al, atrapalhando Luciana que joga o caminhão para fora da estrada e bate em uma árvore. Nick, ao acordar de um desmaio, percebe que está amarrado, junto com seu grupo. Morgan, John e Al mataram os infectados e estão procurando uma maneira para tirar o caminhão de lá.

Enquanto John e Al levam Strand, Alicia e Luciana para procurar recursos para tirar o veículo, Morgan fica com Nick e o desamarra para comer. Morgan avista um carro e pede para Nick se esconder, mas Nick reconhece o veículo, luta com Morgan e foge, acionando sem querer a buzina do caminhão, atraindo vários infectados. Morgan vai atrás de Nick, e após matarem alguns infectados, os dois aguardam serem resgatados pelo grupo. O jovem encontra um membro dos Abutres com quem teve desavenças tempos atrás ao sair com Madison. Os dois brigam, e Nick acaba matando o homem. Morgan revela para Nick que conheceu uma pessoa que o fez encontrar a paz, e que isso o levou a não matar mais pessoas e entrega para Nick um livro sobre a vida. Enquanto lê o livro, Nick é surpreendido por um tiro disparado por Charlie. A garota foge justamente na hora em que Alicia e os outros chegam, e eles encontram Nick agonizando, não resistindo ao ferimento e morrendo em seguida, deixando a irmã e a namorada, Luciana, aos prantos.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “Good Out Here”.

Enterrado

Uma dobradinha funcional entre Alicia e Naomi

Buried dá seguimento ao momento em que Nick é morto, mas também explora o passado. No caminho para casa, Al entrevista Alicia, Strand e Luciana, cada um relatando uma respectiva missão. Em um parque aquático abandonado, Alicia encontra suprimentos médicos com Naomi, que após enfrentar alguns infectados, tenta fugir, mas a gasolina no carro encontrado por ela não é o suficiente. Naomi revela que trabalhava como enfermeira e que Alicia, Madison e os outros devem ir embora do estádio, pois o lugar cairá em breve. Strand mostra a Cole suprimentos que escondeu em um carro e sugere que ambos vão embora juntos. Cole não aceita e retorna ao estádio. Enquanto isso, Luciana relata que ela e Nick foram em uma biblioteca e encontraram um livro de guia turístico do país. Ela disse para Nick que o grupo deveria ir para o Norte, e Nick por sua vez, diz que avisará sua mãe.

No estádio, Madison continua se negando a se juntar ao grupo dos Abutres, mesmo Mel insistindo que o lugar não irá suportar por muito tempo. Strand retorna ao estádio com os suprimentos. Alicia e Naomi planejam montar uma enfermaria no Diamond, quando Naomi, discretamente, tira da mochila uma arma idêntica a de John.

De volta ao presente, o grupo para o veículo de Al e desenterra armas que haviam sido deixadas ali anteriormente. Aproveitando o lugar, eles enterram o corpo de Nick, e Luciana diz que irá vingá-lo atacando os Abutres, quando John reconhece uma das mochilas enterradas. Ele diz ser de sua amada, a quem ele esteve procurando por longo tempo e está desaparecida e revela que embora tenha o costume de chamá-la de Laura, há possibilidades de seu verdadeiro nome ser Naomi. Luciana diz que ela foi morta e pede para John se juntar a eles contra os Abutres. John não acredita que sua esposa esteja morta e fica para trás com Morgan enquanto o resto do grupo segue viagem.

O episódio teve audiência de 2,49 milhões nos Estados Unidos no dia de sua exibição, 06 de Maio de 2018. Foi dirigido por Magnus Martens e roteirizado por Alex Delyle.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “Buried”.

Laura

Um amor bem construído em um único episódio.

Por vezes um spinoff pode ensinar sua série mãe como executar um bom trabalho. Isso é dito aqui justamente porque Laura, a quinta partição da 4ª Temporada, fez melhor que The Walking Dead no quesito episódio romântico sem carga de ação focado em dois personagens. A série original de 2010 nunca teve muito sucesso quando tentou acalmar os ânimos e trabalhar o romance, explorando dois personagens no foco central. Fear, veio para quebrar tal estigma e fez de Laura algo orgânico e bem estruturado. O roteiro desse episódio foi de Anna Fishko e foi dirigido por Michael E. Satrazemis. Foi ao ar em 13 de Maio de 2018 e sustentou os olhares de 2,46 milhões em audiência.

Em Laura, flashbacks mostram a vida solitária de John Dorie em uma cabana perto de um rio e cercada por uma trincheira para impedir a aproximação de infectados. Certa noite, John acorda com um barulho e encontra uma mulher desacordada e ferida em um barco. John cuida da mulher, e pela manhã, ele se apresenta. Não obtendo resposta, John resolve chamá-la de Laura, que agradece e diz que irá embora assim que melhorar. John descobre que Laura era uma enfermeira antes do apocalipse e ele revela ser um policial, porém não possui o hábito de usar armas de fogo por considerá-las perigosas. Um infectado aparece preso na trincheira, e ambos descobrem, ao subirem o rio, que parte da grade de proteção de uma ponte está quebrada, e com isso, alguns infectados estão caindo e sendo levados pela correnteza. John e Laura colocam um veículo na parte quebrada para impedir que mais infectados caiam no rio, e John continua recusando a usar sua arma, embora quase tenha se ferido ao enfrentar um infectado com um facão cravado em seu ombro.

Durante a noite, os dois escutam barulhos do lado de fora e descobrem muitos infectados na propriedade, subindo uns aos outros pela trincheira. Laura acaba se desequilibrando e cai em uma parte da trincheira, sendo seguida por vários deles. Sabendo do perigo, John enfim atira e consegue matá-los, salvando Laura. John resolve dar uma de suas armas para Laura ao lembrar que logo ela irá embora. Naquela noite, John revela que a ama, e eles se beijam. Na manhã seguinte, John acorda, descobre que Laura foi embora e encontra uma mensagem sua pedindo desculpas e dizendo que também o ama. No tempo presente, John conta sua história para Morgan.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “Laura”.

Por Precaução

No sexto episódio, descobrimos um pouco mais sobre Naomi/Laura.

Com direção geral de Daisy von Scherler Mayer e roteiro de Richard Naing, o episódio foi exibido originalmente em 20 de maio de 2018 e alcançou uma audiência de 2,13 milhões de espectadores. O título original do episódio foi Just in Case.

Em flashbacks, Strand pergunta para Madison porque ela o salvou após a destruição da represa. Madison diz que conhece Strand e que o salvou principalmente por gostar de beber com ele. Enquanto isso, Naomi novamente tenta fugir, mas diz para os outros que na verdade iria até um sítio conhecido por ela atrás de suprimentos, mas faria isso sozinha porque o lugar é muito perigoso. Madison e Strand se oferecem para ir, e os três seguem viagem. Na estrada, eles resolvem parar em um motel abandonado para passar a noite e Naomi revela que não existe nenhum sítio com suprimentos, e que de fato, ela iria embora.

Na manhã seguinte, sem Madison e Strand, Naomi chega a uma antiga estação da FEMA e pega um caderno com algumas anotações, mas é obrigada a subir em um andaime quando vários infectados se aproximam e a cercam. Madison e Strand aparecem e salvam Naomi que revela, aos prantos, que o lugar era um antigo refúgio onde ela estava com sua filha Rose e um grupo. Porém Rose adoeceu e morreu em seguida, assim como o resto do grupo. Os três retornam ao estádio com um caminhão cheio de suprimentos. O grupo dos Abutres vão embora do Diamond. Madison pede para Alicia guardar suprimentos em um carro, caso os Abutres voltem e ataquem o estádio.

No presente, após brigarem com um homem dos Abutres, Morgan e John reencontram Al, Strand, Alicia e Luciana em um ponto combinado, prontos para atacar os Abutres. Morgan diz que pediu para o homem não vir com seu grupo, mas seu pedido é ignorado e o grupo aparece armado. Naomi surge em seguida com o carro de suprimentos de Madison e reencontra John. Irritada ao deduzir que Naomi está do lado dos Abutres, Alicia atira contra ela, mas John entra em sua frente e acaba baleado.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “Just in Case”.

O Lado Errado de Onde Você Está Agora

Uma guerra contra os Abutres cheia de reviravoltas.

The Wrong Side of Where You Are Now começa com flashbacks que mostram Charlie indo até o estádio pedir a ajuda de Madison e os outros depois de Melvin ficar ferido após uma briga com seu irmão. Naomi diz que ele está com algumas costelas quebradas e que se ficar ali, não irá sobreviver, então o grupo resolve levá-lo para o estádio. Temendo um ataque dos Abutres, Madison começa a reforçar os muros do lugar, e Naomi diz que isso não será o suficiente. Mesmo ferido, Melvin pede para ir embora, e Madison concorda em deixá-lo ir.

Durante a noite, Nick e Alicia vão atrás de Melvin e o encontram desmaiado em seu carro, quando são surpreendidos por vários caminhões se dirigindo em direção ao estádio. Ao se aproximarem do lugar, Nick e Alicia são cercados em seu veículo e vários infectados são soltos dos caminhões pelos Abutres. Madison, Strand e Luciana resolvem sair para salvá-los.

No presente, um tiroteio se inicia entre os dois grupos, com Alicia e os outros ganhando vantagem sob os Abutres que começam a fugir. John é colocado no veículo de Al e o Naomi diz que eles devem seguir para o estádio. Morgan resgata Charlie no meio do tiroteio. Melvin tenta fugir, mas Alicia explode seu veículo e em seguida o mata. Ao chegarem ao estádio, Al derruba os portões com seu veículo e o grupo descobre que o lugar de fato caiu, e está cheio de infectados.

Escrito por Melissa Scrivner Love, o episódio foi dirigido por Sarah Boyd e teve audiência de 1,97 milhões de espectadores na data de 03 de Junho de 2018 (entre o sexto e o sétimo episódio houve uma pausa de uma semana na exibição dos episódios, explicado por um feriado nos Estados Unidos que ocupou o horário da emissora no domingo do dia 27 de maio).

Leia aqui a nossa crítica do episódio “The Wrong Side of Where You Are Now”.

Ninguém Morre

Com o título indicando que ninguém morreria, o episódio verteu na contramão.

No One’s Gone foi o oitavo e mais polêmico episódio da 4ª Temporada de Fear. Com roteiro dos showrunners Ian Goldberg e Andrew Chambliss sendo dirigido por Michael E. Satrazemis o episódio atraiu olhares de um público de 2,32 milhões e foi exibido em 10 de Junho de 2018.

Algum tempo após a destruição da represa, Madison conhece Al a quem tenta a roubar sem sucesso. Após o desentendimento, Madison conta para Al que está atrás de seus filhos e que está tentando encontrar um lugar seguro para eles viverem. Após sua partida, Al entrega um pouco de comida, um rádio e um mapa, permitindo que Madison encontre seus filhos. O gesto de Al inspira Madison a formar uma comunidade em um estádio de basebol. No presente, Naomi e Morgan lutam para conseguirem medicamentos para salvar a vida de John, enquanto Al e Charlie lutam contra um ataque do grupo de Alicia. A revelação inesperada de que Al conheceu e entrevistou Madison e um pedido de Morgan para Alicia, consegue convencê-la a desistir de sua vingança.

À noite, o grupo de Alicia revela a verdade sobre a queda do estádio, incluindo como todos os outros morreram quando tentaram fugir e foram derrotados. Madison levou os infectados para dentro do estádio numa tentativa de contê-los e dar aos seus filhos, Strand e Luciana uma chance de escapar, incendiando todos os mortos e sacrificando-se em uma tentativa bem-sucedida de salvá-los. Graças aos suprimentos recuperados do estádio, John sobrevive, enquanto Naomi revela que seu nome verdadeiro é June, além de revelar que só se juntou ao grupo dos Abutres quando o estádio caiu por não ter outras opções e acreditar que seus amigos estavam mortos. Em homenagem a memória de Madison, Al nomeia a fita de gravação da história depois que ela e o grupo compartilham o mesmo macarrão que Al deu para Madison quando elas se conheceram.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “No One’s Gone”.

Pessoas como Nós

O grupo aparece totalmente separado. O que poderia uni-los novamente?

People Like Us se inicia com um leve salto temporal mostrando que o grupo está separado. Morgan tem a ideia de retornar para Virgínia, onde fica a comunidade de Alexandria e pede para Al levá-lo. Para a viagem, Morgan tenta recrutar John, que nega, e diz que pretende voltar para sua cabana com June e Charlie. Ao visitar Strand e Luciana abrigados em uma mansão, que também negam seguir viagem, Morgan descobre que Alicia não está mais com os dois, pois se mudou para uma casa mais a frente e que há muito tempo eles não a veem.

Charlie quase é pega por um infectado saído das águas de um rio, mas é salva por Al, que decide subir o rio com June para ver de onde os infectados estão surgindo e o quão ameaçador isso pode ser. Morgan encontra Alicia e descobre que a garota está tentando descobrir quem colocou mensagens de socorro em alguns infectados. Juntos, eles chegam numa serraria e Alicia se decepciona ao saber que o homem que pediu ajuda já está morto e se frustra ao se comparar com a sua mãe, pois caso Madison estivesse viva, Alicia tem a certeza que o o homem teria sido salvo a tempo. Morgan nega que Alicia seja diferente e diz que o grupo precisa dela.

Após uma conversa com John, Charlie foge e vai até a casa de Strand e Luciana, onde deixa um livro infantil de O Pequeno Príncipe, que Nick havia dado para ela. John pede a ajuda de Strand para procurar Charlie. No caminho do acampamento, Al e June são surpreendidas por uma tempestade carregando vários infectados.

Dirigido por Magnus Martens, o episódio foi escrito por Anna Fishko e foi exibido originalmente em 12 de Agosto de 2018, com audiência de 1,88 milhão.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “People Like Us”.

Feche seus Olhos

Alicia e a assassina de seu irmão, Charlie, precisam sobreviver juntas.

Com audiência de 1,86 milhões, Close Your Eyes teve roteiro assinado por Shintaro Shimosawa e direção de Michael E. Satrazemis, tendo a exibição original sido em 19 de Agosto de 2018.

Alicia se separa de Morgan e encontra uma casa para se abrigar da tempestade. Após se livrar dos infectados e encontrar suprimentos, ela descobre que o porão está sendo inundado pela água da chuva. Quando escuta um barulho no andar de cima, Alicia encontra Charlie escondida, e diz que não quer, mas provavelmente irá matar a garota pela morte de Madison e Nick. Alicia pega a arma de Charlie (a mesma que ela usou para matar Nick), e aponta para sua cabeça, mas não consegue atirar. Mesmo a tratando com rispidez, Alicia pede a ajuda de Charlie para arrumar as janelas da casa que estão batendo com a força do vento e atraindo infectados.

Noite adentro, a tempestade aumenta, devastando os infectados presentes na varanda da casa e quebrando as janelas. Alicia e Charlie correm para o porão, e encontram o cômodo totalmente inundado. Ao tentar voltar, o forte vento acaba batendo a porta e derrubando parte do teto, deixando as garotas presas, com o porão enchendo cada vez mais de água. Charlie se desespera, e pede para Alicia matá-la, pois se recusa a se tornar um dos infectados. Alicia coloca a arma na cabeça de Charlie, mas novamente não consegue atirar. De repente, um estrondo é ouvido do lado de fora e elas conseguem escapar por um porta até então trancada, que foi destrancada com a queda de um infectado que estava preso nos galhos de um árvore. Alicia e Charlie retornam para o grupo e encontram a casa de Strand e Luciana vazia e destruída, assim como o ônibus onde estavam John e June.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “Close Your Eyes”.

O Código

O episódio marca a chegada de novos personagens.

Exibido em 26 de Agosto de 2018, o décimo primeiro episódio da 4ª Temporada – The Code – foi dirigido por Tara Nicole Weyr que trouxe vida ao roteiro de Andrew Chambliss e Alex Delyle. O episódio obteve audiência de 1,83 milhões de americanos.

Para fugir da tempestade, Morgan se abriga no compartimento de carga de um caminhão, onde encontra suprimentos. Na manhã seguinte, ao invés de estar no Texas, ele se encontra no estado de Mississipi, numa parada de caminhões. Ao entrar na loja de conveniência, Morgan escuta uma voz no rádio que diz para ele pegar o que precisar e deixar o que não precisar, quando conhece dois sobreviventes, um cadeirante chamado Wendell e uma mulher chamada Sarah. Morgan diz que precisa voltar para o Texas e o casal de sobreviventes, que costuma deixar caixas com suprimentos pela estrada com a mesma mensagem que Morgan ouviu no rádio, indica um caminho por uma ponte, mas ao chegar lá, Morgan ouve vozes e diz para Wendell e Sarah que a construção não existe mais. Os dois pedem que Morgan os encontre em um lado da estrada e ao se dirigir ao local, Morgan encontra um novo sobrevivente, Jim, que diz ter sido amarrado por pessoas desconhecidas que queriam a receita de fabricação de cerveja, já que Jim trabalhou em uma cervejaria e isso seria lucro.

Ao chegarem ao ponto de encontro, Morgan e Jim são presos por Wendell e Sarah, que revelam que sequestraram Jim, e agora exigem saber a localização de Alexandria, o que Morgan não diz. O casal decide seguir para Virgínia com os dois presos no compartimento. Jim diz para Morgan que Wendell e Sarah são golpistas e decide ajudá-los. No meio da estrada, o caminhão atola e eles precisam descarregar algumas cargas devido ao peso. Jim, acidentalmente empurra Morgan de uma ponte, onde ele fica cercado em cima de um carro por vários infectados. Sarah diz que irá ajudar se ele revelar o paradeiro de Alexandria, e Morgan diz um endereço errado, porém o grupo não o ajuda e vão embora. Morgan consegue sair e lutar contra os infectados com uma placa e um canivete encontrado numa das caixas do caminhão. No outro dia, Morgan os encontra parados na ponte, e os convida para seguir viagem, dizendo que irá revelar o verdadeiro caminho para Alexandria, mas que antes passarão pelo Texas para recrutar algumas pessoas.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “The Code”.

Fraca

June e Althea precisam confiar uma na outra para sobreviverem.

Weak traz Al e June como foco principal após a tempestade tentando encontrar John, Morgan e os outros. Com a frequência do walkie-talkie cada vez mais fraca, elas decidem sair da van e caminhar pela estrada, até que encontram um novo carro. Al começa a adoecer, preocupando June, quando de repente, a van de Al passa em alta velocidade e ambas a seguem porém o carro tem o pneu danificado por um objeto caído no meio da estrada. Al se enfurece, e June resolve seguir a van sozinha e a pé atrás de antibióticos.

Longe dali, Morgan e seu grupo seguem parados na estrada, enquanto Morgan tenta contato com alguém pelo walkie-talkie. Acreditando que o aparelho está com a frequência baixa, Morgan decide se locomover até um local mais alto, e no meio da estrada encontra uma mulher revirando uma das caixas deixadas pelo caminhão. Morgan diz que ela pode pegar o que quiser, mas a mulher se recusa e diz não ser fraca para precisar de ajuda.

June encontra a van de Al parada na estrada e um ônibus tombado, quando é rendida por um homem armado que diz que a van está sem gasolina. June consegue lutar com o homem e o manda embora, mas quando entra em contato com Al para saber em qual parte da van estão guardados os remédios, Al mente, dizendo que não há remédio algum e queria apenas sua van de volta. June consegue antibióticos para Al no ônibus tombado e elas seguem viagem no carro novo, quando ouvem a voz de Morgan no walkie-talkie, onde marcam um ponto de encontro. Com metade do grupo já reunido, June volta a usar o walkie-talkie e é respondida por Quinn, o homem que a rendeu na estrada, dizendo ter conseguido gasolina para a van e expressando desejo de se juntar a ela e seu grupo. June revela a localização do grupo para Quinn, que ao chegar ao suposto lugar combinado, descobre uma placa alterada, e é atacado por um infectado solto pela mesma mulher misteriosa que Morgan encontrou na estrada.

Esse episódio traz a direção do ator que interpreta Strand, Colman Domingo ao roteiro de Kalinda Vazquez. Foi exibido em 02 de Setembro de 2018 e alcançou 1,52 milhões de espectadores.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “Weak”.

Blackjack

Strand e John enfrentam um crocodilo.

Blackjack foi dirigido por Sharat Raju e trouxe roteiro colaborativo de Ian Goldberg e Richard Naing, na data de 09 de Setembro de 2018 com audiência de 1,71 milhão.

Morgan, June e Al procuram por Quinn na estrada, sem sucesso. Com o fim da tempestade, John e Strand estão ilhados em um lugar onde John pretende construir uma jangada para atravessar o rio que os rodeia. A construção falha, e ambos descobrem um jacaré que ataca alguns infectados que tentam atravessar.

Procurando por Charlie, Luciana encontra preso em um carro um homem muito ferido chamado Clayton, que expressa o desejo de tomar uma cerveja antes de morrer. John consegue uma buzina de um carro para atrair os infectados ao rio e distrair o jacaré, enquanto tenta atravessar com Strand usando uma embarcação improvisada feita com uma parte do mesmo veículo. Novamente, a tentativa de atravessar o rio frustra, com a buzina falhando e deixando de atrair os infectados. John e Strand são atacados pelo jacaré na embarcação, quando John tem a ideia de atirar para continuar atraindo os mortos. Ambos pulam na água, e retornam para terra firme, frustrados. Luciana encontra uma garrafa de cerveja em uma das caixas deixadas pelo grupo de Morgan e entrega para Clayton, que como forma de retribuição, diz que há algumas anotações em seu carro indicando lugares com suprimentos, e revela que trabalhava como caminhoneiro. Luciana consegue contato com Morgan pelo walkie-talkie e retorna ao grupo.

Na estrada, Charlie e Alicia também conseguem contato, quando a mulher misteriosa conhecida por Morgan surge do lado do caminhão dirigindo o veículo de Al, dizendo que eles são fracos por tentar ajudar outras pessoas, e com o armamento do veículo, atira contra o grupo.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “Blackjack”.

MM 54

A mulher misteriosa tem seu passado explorado.

Dirigido por Lou Diamond Phillips (ator filipino famoso pelo filme La Bamba) teve roteiro colaborativo entre Anna Fishko e Shintaro Shimosawa. Alcançou em audiência números de 1,87 milhão de americanos, sendo exibido em 16 de Setembro de 2018.

Flashbacks mostram como Martha, a mulher misteriosa, lidou com seu marido ferido após um acidente de carro. Ela busca por socorro, mas sem sucesso é obrigada a acertá-lo na cabeça com um pedaço de vidro após este se transformar e em seguida enterra seu corpo. Desiludida com as pessoas após ter ajuda negada, Martha passa a matar todos os motoristas de caminhões que deixam caixas com suprimentos para os sobreviventes na estrada.

No presente, o grupo de Morgan se recupera do ataque de Martha. O caminhão pega fogo e explode, atraindo alguns infectados. Ao ver seu veículo parado, Al corre até ele, quando é surpreendida por Martha com um infectado preso, que quase morde June. Martha é baleada por Wendell, mas consegue fugir. Alicia e Charlie chegam ao local, mas se deparam apenas com o caminhão incendiado e vários infectados mortos. Jim passa a questionar o modo de sobrevivência de Morgan e diz que todos estão naquela situação graças a ele. Com vários infectados os seguindo, eles chegam a um hospital onde June cuida dos ferimentos do grupo. Alicia diz para Charlie que o foco não é encontrar Morgan e os outros e sim levá-la para conhecer a praia.

Os infectados conseguem entrar no hospital, deixando o grupo encurralado. Jim luta com um deles, saindo ileso aparentemente. Al consegue ativar os geradores do hospital para ligar os elevadores e o grupo se refugia no telhado. June descobre uma mordida nas costas de Jim. Alicia e Charlie chegam em uma parte alagada, que Charlie compara a uma praia, e em seguida encontra o chapéu de John Dorie.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “MM 54”.

Eu Perco Pessoas…

O cenário de cidade retorna e traz os perigos da grande população morta.

June tenta contato com Al pelo walkie-talkie. Alicia e Charlie avistam John e Strand e entram em contato com June, Morgan e os outros. As garotas decidem ir atrás de um barco para atravessar o rio. Enquanto isso no hospital, Morgan decide que o grupo deverá sair do terraço do mesmo jeito que subiram, pelos elevadores. Ao chegarem em um corredor, o grupo descobre uma parte do teto que desabou, impedindo que os infectados se aproximem. Al não está na sala dos geradores, mas deixou uma mensagem para eles. Morgan decide ficar para trás e distrair os infectados para que o grupo consiga escapar. Alicia e Charlie encontram um bote em um carro abandonado, mas são atacadas por Martha, que não resiste ao seu ferimento de bala e desmaia. Strand diz para John que eles nunca sairão de lá, quando de repente, Alicia e Charlie chegam na van de Al, passando pelo rio e salvando os dois, com Martha presa no lado de trás.

Para distrair os infectados, Morgan joga um deles em cima de um carro onde é acionado o alarme. Embora June se recuse a deixar Morgan para trás, o grupo é obrigado a sair às pressas quando o alarme do carro é desligado e vários infectados se aproximam. Morgan conversa com Jim, quando de repente, o grupo reaparece, e resgatam Morgan com a ajuda de um caminhão de bombeiros, porém ficam cercados pelos infectados. Para atraí-los, Jim se sacrifica e pula em um dos carros estacionados, ativando seu alarme, mas não antes de revelar a receita de suas cervejas para Sarah. Seguindo viagem, Morgan diz que o grupo irá atrás de Al antes de viajarem para o estado de Virgínia, onde está Alexandria. Martha, que havia escapado da van, encontra o corpo de Jim, se transformando em um dos infectados, e diz que agora o tornará mais forte.

O episódio I Lose People foi dirigido pelo famoso David Barret (Star Trek) e roteirizado por Kalinda Vazquez, tendo audiência de 2,03 milhões de espectadores e exibido em 23 de Setembro de 2018.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “I Lose People…”.

… Eu Me Perco

Morgan é o novo líder e protagonista da série derivada de The Walking Dead.

O último episódio da temporada foi exibido em 30 de Setembro de 2018, chegando aos 2,18 milhões de espectadores. I Lose Myself teve roteiro dos showrunners Andrew Chambliss e Ian Goldberg e direção de Michael E. Satrazemis.

Al consegue fugir dos infectados para um estacionamento próximo onde encontra um carro, uma nova câmera e alguns outros equipamentos, e parte para o hospital, onde se depara com Martha e Jim transformado. Martha ataca Al, que acorda em sua van, ao lado de John e June. Morgan diz para John que Martha precisa ser ajudada, por isso, deixará o grupo para ir ao seu encontro.

Enquanto o resto do grupo chega na parada de caminhões em Mississípi, Morgan encontra Martha deitada no túmulo de seu marido e a coloca no carro, mas não antes de acertar Jim transformado na cabeça. Enquanto abastece a van, Al sente-se mal e quase é pega pelos infectados, sendo salva por Alicia. Porém o grupo é obrigado a se refugiar na loja quando mais mortos se aproximam. Martha conta sua história para Morgan e aceita antibióticos para sua infecção devido ao ferimento da bala disparada por Wendell, quando agarra o braço de Morgan, que perde o controle do carro e bate o veículo. June tenta contato com Morgan dizendo que o grupo todo adoeceu e descobre que as garrafas d’água consumidas foram envenenadas. Al deduz que quem as envenenou foi Martha. Ela confessa a Morgan que envenenou a água com anticongelante e Morgan a ataca, mas desiste, coloca uma algema em seu braço e segue viagem a pé. June diz que o antibiótico para o veneno é o etanol, e o grupo encontra um caminhão do lado de fora. Enquanto o resto do grupo tenta distrair os infectados, Al, Strand e Luciana conseguem sair, porém um bando avança contra eles, e Al se vê obrigada a usar o armamento de sua van, acabando com os infectados, mas atingindo o caminhão e perdendo todo o etanol.

O grupo começa a perder as esperanças, quando Morgan aparece com um caminhão de cerveja, que por conter álcool, deduziu que serviria de antídoto aos sobreviventes. Mais tarde, de volta à estrada, Morgan encontra Martha transformada e a mata. Morgan decide que o grupo não irá mais para Alexandria e encontra o lugar escrito por Clayton em suas anotações. Alicia diz que, assim como sua mãe fez com o estádio, o lugar poderá ser uma nova comunidade, e Al sugere recrutar as pessoas que já entrevistou.

Leia aqui a nossa crítica do episódio “I Lose Myself”.

A audiência

A temporada iniciou muito bem, mas foi perdendo números ao longo dos episódios.

A quarta temporada tem uma vantagem sobre as demais: se iniciou com um crossover, logo após a exibição do último episódio da oitava temporada da série mãe. Assim, era esperado que os números da audiência fossem maiores que vinham sendo no terceiro ano do spinoff.

O quarto ano, no entanto, iniciou na casa dos quatro milhões e finalizou com praticamente a metade desses. Se considerarmos todos os episódios, a série teve audiência média de 2,26 milhões aproximadamente na 4ª Temporada. Mas, se levarmos em conta o episódio de maior audiência (What’s Your Story?) e o de menor (Weak), em um cálculo mais simplificado a média obtida de audiência para a quarta temporada é de 2,80 milhões.

Com esses números, a quarta temporada se torna a segunda pior se levarmos em conta a audiência em método simples. Relembrando, em médias simples o primeiro ano obteve 8,37 milhões; a segunda temporada chegou em 4,83 milhões e ao terceiro ano a média simples de audiência foi de 2,55 milhões. Agora, se considerada a média ponderada dos dezeseis episódios, a quarta temporada se torna a menos assistida, isso porque a terceira temporada nessa média de cálculo chegou aos 2,36 milhões contra os 2,26 milhões já revelados anteriormente do quarto ano.

Crítica à temporada

Um bom inicio com um péssimo final.

A primeira metade da temporada elevou os padrões estabelecidos nos anos anteriores. Fear the Walking Dead por muitos foi considerada superior a série mãe (depois da desastrosa oitava temporada de The Walking Dead) trazendo uma trama que jogava com linhas temporais diversas e que prendia a curiosidade do público. Até mesmo episódios distantes da ação, como Laura, foram aclamados pela crítica. Entretanto, o desfecho dos oito primeiros episódios acabou trazendo grande irritação no público e em principal naqueles que acompanhavam a história desde a primeira temporada. Com a morte de Madison sendo confirmada, grandes furos começaram a ser explanados. De um protagonista ser descartado sem uma morte expressa e provavelmente se tornando um zumbi a vagar pelo mundo (é um final totalmente desrespeitoso para quem encabeçava a trama desde o primeiro ano) até a morte de Nick, que inutilizava o ato de Madison ao menos pela metade, a história se perdeu.

Então veio a segunda metade da temporada. Decepcionante e frustrante seriam qualidade positiva se comparados aos sentimentos que o público nutriu pelos oito últimos episódios. Morgan já não era um personagem muito amado pelos fãs da série mãe e, seu pobre enredo e a insistência dos roteiristas em bater na mesma tecla que o fazia ser desprazeroso para a audiência de The Walking Dead – suas idas e vindas mentais – acabaram dando um peso desproporcional à trama. A forçosa liderança de Morgan e a forma como personagens de características rebeldes e insubmissas – Alicia e Strand – se prostraram aos seus ideais (que não tinham nada a ver com a indóle de Madison, como tentaram passar) levou os antes protagonistas das temporadas iniciais a um mar de coadjuvantíssmo. Além disso, a frustrosa construção da vilã Martha em um enredo totalmente desinteressante marcaram o pior fim de temporada de Fear.

Talvez o descontentamento geral com o final da quarta tempora se dá justamente pela construção diferenciada que os oito primeiros episódios tiveram, jogando com linhas temporais e instigando a curiosidade do público em montar um quebra-cabeça a cada semana. Ou seja, a parte final do quarto ano, por seguir uma métrica não inovadora e somado aos tantos outros fatores já citados, acabou se declinando a grandiosidade da trama dos oito primeiros episódios.

No Rotten Tomatoes que reúne críticas especializadas e da audiência, a quarta temporada é uma das mais bem avaliadas pelos profissionais chegando a uma aprovação de 81% (ficando atrás apenas da terceira temporada que teve positividade de 83% dos críticos), entretanto é uma das mais odiadas pelo público, com 66% da aprovação da crítica informal. Entretanto, se formos levar em conta apenas os críticos especializados, nos oito primeiros episódios a média é de 85% de aclamação, enquanto que os oito últimos episódios chegam a média de 62%.

Ou seja, podemos concluir que o crossover de Fear com a série mãe começou bem, mas quando decisões inexplicadas de descaracterizar totalmente uma história foram tomadas, a série se perdeu em sua essência de drama familiar. Se a decisão era que Fear não poderia continuar com o enredo que teve até a terceira temporada e que personagens fundamentais precisavam ser mortos e a trama reiventada, por qual motivo não encerraram a história no quarto ano com a morte de Madison e a sobrevivência de Alicia, Strand e Luciana ao final do décimo sexto episódio? Se a série terminasse assim, terminaria o compromisso com o público que a acompanha desde o Piloto. Além disso, nada impediria que uma nova série, com novo título, desse continuidade a sobrevivência dos três últimos personagens vivos de Fear se cruzando com Morgan, Althea, John, June. Fear em seu quarto ano desrespeitou o público, atores e a própria franquia de The Walking Dead.

E você, o que tem a dizer sobre o quarto ano da série? Concorda com nossa opinião? Discorda? Deixe um comentário abaixo.

A 5ª temporada de Fear the Walking Dead estreia dia 2 de Junho nos EUA e dia 17 de Junho no AMC Brasil. Consulte sua operadora de TV.

Continue lendo

4ª Temporada

Fear the Walking Dead 4ª Temporada Episódio 16 – …I Lose Myself

Publicado há

em

Página com todas as informações referente ao 16º episódio da 4ª temporada de Fear the Walking Dead.

SINOPSE:

“Morgan luta para ajudar amigos em necessidade antes que seja tarde demais.”

INFORMAÇÕES:

Título Original: …I Lose Myself
Título em português: …Eu Me Perco
Temporada: Quarta Temporada
Roteiro: Andrew Chambliss & Ian Goldberg
Direção: Michael E. Satrazemis
Elenco: Lennie James (Morgan), Alycia Debnam-Carey (Alicia), Colman Domingo (Strand), Danay Garcia (Luciana), Jenna Elfman (June), Garrett Dillahunt (John), Maggie Grace (Althea) e mais.
Duração: 45 minutos
Estreia Internacional: 30 de Setembro de 2018
Estreia na AMC Brasil: 1 de Outubro de 2018

FOTOS PROMOCIONAIS:

(clique aqui para ver mais imagens promocionais)

VÍDEOS PROMOCIONAIS:

PROMOS:

SNEAK PEEKS:


Legenda por: Leticia Paulini / Equipe Fear the Walking Dead Brasil

PRÓXIMO EPISÓDIO:

Fear the Walking Dead 5ª Temporada Episódio 1: – (season premiere)

Sinopse:

Estreia Internacional: Abril de 2019 | Estreia no AMC Brasil: Abril de 2019

Fiquem ligados no Fear the Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e Fear the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de FearTWD.

Continue lendo

4ª Temporada

Fear the Walking Dead 4ª Temporada Episódio 14 – MM 54

Publicado há

em

Página com todas as informações referente ao 14º episódio da 4ª temporada de Fear the Walking Dead.

SINOPSE:

“Difíceis decisões levam o grupo à incerteza; Alicia cumpre uma promessa feita para Charlie.”

INFORMAÇÕES:

Título Original: MM 54
Título em português: MM 54
Temporada: Quarta Temporada
Roteiro: Anna Fishko & Shintaro Shimosawa
Direção: Lou Diamond Phillips
Elenco: Lennie James (Morgan), Alycia Debnam-Carey (Alicia), Colman Domingo (Strand), Danay Garcia (Luciana), Jenna Elfman (June), Garrett Dillahunt (John), Maggie Grace (Althea) e mais.
Duração: 45 minutos
Estreia Internacional: 16 de Setembro de 2018
Estreia na AMC Brasil: 17 de Setembro de 2018

FOTOS PROMOCIONAIS:

(clique aqui para ver mais imagens promocionais)

VÍDEOS PROMOCIONAIS:

PROMOS:

SNEAK PEEKS:


Legenda por: Leticia Paulini / Equipe Fear the Walking Dead Brasil

PRÓXIMO EPISÓDIO:

Fear the Walking Dead 4ª Temporada Episódio 15: I lose people…

Sinopse: As esperanças do grupo oscilam em busca de uma saída; Alicia e Charlie se reúnem com amigos.

Estreia Internacional: 23 de Setembro de 2018 | Estreia no AMC Brasil: 24 de Setembro de 2018

Fiquem ligados no Fear the Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @FearWalkingDead (twitter) e Fear the Walking Dead Brasil (facebook) para ficar por dentro de tudo que rola no universo de FearTWD.

Continue lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

EM ALTA